Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Benfica derrota Dínamo Kyiv e coloca 'pé e meio' na Liga dos Campeões

Golos de Gonçalo Ramos e Gilberto adiantaram os encarnados no playoff de acesso à prova milionária.

Benfica derrota Dínamo Kyiv e coloca 'pé e meio' na Liga dos Campeões

O Benfica deu, ao início da noite desta quarta-feira, um importante passo rumo à fase de grupos da Liga dos Campeões, ao derrotar o Dínamo Kyiv, no estádio Miejski Wladyslawa Króla, na cidade polaca de Lodz, por 2-0.

Gilberto e Gonçalo Ramos marcaram os golos que deixaram os encarnados numa posição privilegiada para garantir o apuramento para a prova milionária, antes do segundo ‘round’, que se disputará no estádio da Luz.

Bastou ‘meter o pé’ para fazer estragos

Roger Schmidt tinha dito, na véspera, que, apesar do favoritismo, o Benfica tinha de demonstrar que merecia estar na fase de grupos da Liga dos Campeões, e a equipa tratou de fazê-lo desde os instantes iniciais.

Os encarnados instalaram-se rapidamente no último terço do relvado, e, depois de Gonçalo Ramos ter dado o primeiro aviso, aos três minutos, quando atirou à malha lateral, aos sete, Gilberto não perdoou, e, com um potente remate, desfez o nulo.

O emblema ucraniano responde de imediato, com Artem Besedin a atirar para uma bela defesa de Odysseas Vlachodimos. Aos 34, voltou a ‘cheirar’ a golo, mas o ‘tiraço’ de Viktor Tsygankov passou a rasar o poste.

Quem não marca, arrisca-se a sofrer, e, ainda antes do apito para o intervalo, o ‘suspeito do costume’ voltou a fazer das suas. A defesa do Dínamo Kyev colocou ‘a pata na poça’ ao tentar sair para o ataque e deixou a bola em David Neres, que assistiu para o golo de Gonçalo Ramos.

Não se podia dizer que o Benfica estivesse a dominar de forma avassaladora, mas a sensação foi sempre de que bastava colocar um pouco mais intensidade, quer na pressão, quer na troca de bola, para desmontar o adversário.

Vlachodimos segurou a ‘almofada’

A intensidade da primeira parte não se transportou para a segunda, e, quer Benfica, quer Dínamo Kyiv, foram dando sinais de estarem já relativamente conformados com o resultado que o placard mostrava.

Com exceção de dois remates perigosos de Oleksandr Karavaev, homem chamado para entrar para o lugar de Viktor Tsyngakov, para um par de boas defesas de Odysseas Vlachodimos, pouco houve a registar no jogo entre portugueses e ucranianos.

O Benfica coloca, desta maneira, ‘pé e meio’ na fase de grupos da Liga dos Campeões. A segunda mão dos playoffs joga-se na próxima terça-feira, dia 23 de agosto, desta feita, no estádio da Luz, em Lisboa.

Momento do jogo: Qualquer esperança que o Dínamo Kyiv poderia ter em dar um passo rumo ao apuramento para a Liga dos Campeões ficou seriamente condicionada logo a partir dos nove minutos de jogo, quando Gilberto ‘disparou’ para o 1-0. Daí em diante, não mais o Benfica perdeu controlo do rumo dos acontecimentos.

Onzes

Dínamo Kyiv: Buschchan; Kedziora, Popov, Zabarnyi, Dubinchak; Andriyevskiy, Shepeliev, Shaparenko, Buyalskiy; Tsyngakov e Besedin.

Benfica: Vlachodimos; Gilberto; Morato, Otamendi, Grimaldo; Florentino Luís, Enzo Fernández, João Mário; David Neres, Rafa e Gonçalo Ramos.

Antevisão

É já esta quarta-feira que o Benfica se encontra, pela primeira vez, com o Dínamo Kyiv, aquele que é o derraradeiro obstáculo que resta aos homens de Roger Schmidt na caminhada rumo à fase final da Liga dos Campeões.

Este é um adversário de boa memória para os encarnados, que, em seis embates, somam quatro vitórias, um empate e uma derrota. A última partida entre ambos não teve lugar, de resto, assim há tanto tempo. Foi, mais concretamente, a 8 de dezembro de 2021.

Ainda sob as ordens de Jorge Jesus, o clube da Luz recebeu e bateu os ucranianos, por 2-0, graças aos golos assinados por Roman Yaremchuk e Gilberto, carimbando, desta maneira, o apuramento para os oitavos-de-final da prova milionária.

Agora, a história é outra, visto que, além de este ser o primeiro de dois jogos ao estilo 'mata-mata', terá lugar no Stadion Miejski Wladyslawa Króla, na cidade polaca de Lodz, uma vez que o adversário não pode jogar em casa, dada a invasão militar russa à Ucrânia.

O Dínamo Kyiv-Benfica será ajuizado pelo árbitro alemão Felix Zwayer, e pode acompanhá-lo, em direto, a partir das 20h00 (hora de Portugal Continental), no Desporto ao Minuto.

Leia Também: Dínamo Kyiv-Benfica: Na Polónia, com vista para os milhões

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório