Meteorologia

  • 03 OUTUBRO 2022
Tempo
28º
MIN 16º MÁX 28º

Águia mantém-se em velocidade furiosa: As notas do Benfica-Arouca

Encarnados, mais uma vez, chegaram ao intervalo já com três golos de diferença no marcador.

Águia mantém-se em velocidade furiosa: As notas do Benfica-Arouca

O Benfica entrou a vencer na abertura da I Liga, após derrubar o Arouca, por 4-0, esta sexta-feira, no Estádio da Luz. As águias triunfaram com remates certeiros de Rafa (2), Gilberto e Enzo Fernández.

Roger Schmidt voltou a apostar no mesmo ‘onze’, que já tinha sido o eleito para defrontar o Midtjylland, da Liga dos Campeões, e o técnico alemão voltou a ser vitorioso da sua aposta. As ideias do germânico parecem cada vez melhor consolidadas, sendo que a pressão alta e as linhas muitas subidas no terreno de jogo permitem ao Benfica manter o ‘garrote’ sobre o rival desde muito cedo. 

Os pupilos de Armando Evangelista ainda foram suspirando aqui e ali, mas os golos, a que se somou a expulsão de Mateus Quaresma, numa primeira parte efervescente, cedo levaram o encontro para uma mera formalidade. O Benfica, à semelhança do que tinha feito contra o conjunto nórdico, voltou a resolver o jogo ainda antes do intervalo.

Vamos então às notas de destaque desta partida:

Figura

Rafa voltou a ser um dos ‘arquitetos’ do triunfo do Benfica. Obrou dois golos, sendo que ainda foi o fio condutor para várias jogadas de perigo do ataque encarnado. Também na hora do drible, o internacional português mostrou-se ao mais alto nível.

Surpresa

Gilberto não tremeu com a vinda de Bah e promete lutar de forma acérrima pela lateral direita do Benfica. Além do golo que marcou, foi mestre na hora de servir os companheiros, realizando ainda uma série de cruzamentos venenosos. Relativamente ao passe, nem sempre esteve de ‘relógio suíço’ na mão, mas quase sempre a redondinha chegou em condições aos companheiros.

Desilusão

Mateus Quaresma nem terminou a primeira parte, e o árbitro tem muita responsabilidade nessa situação, porém a saída do defesa acabou por tornar-se num cabo das tormentas para o Arouca que, já a perder por 0-2 no momento da expulsão, viu os sarilhos multiplicarem-se.

Treinadores

Roger Schmidt ainda não conhece outro resultado a não ser a vitória. De uma pré-época avassaladora, o treinador alemão encarrila dois triunfos em dois jogos oficiais, com oito golos marcados e apenas um sofrido. Continua fiel ao ‘onze’ que o dá mais créditos e daí continuam a advir os melhores resultados. Na etapa complementar, alterou o esquema tático com as entradas de Yaremchuk e Henrique Araújo e, mesmo assim, o Benfica continuou a somar a oportunidades e arrecadou mais um golo no marcador.

Armando Evangelista não vai guardar saudades da abertura deste campeonato. O Arouca teve poucos argumentos para discutir esta partida, muito por culpa do Benfica que cedo desmontou a tática trazida pelo conjunto do distrito de Aveiro para a Luz. O conjunto visitante ainda proporcionou alguns momentos de maior frisson, mas uma curta réplica para tanto poderio encarnado.

Árbitro da partida

Manuel Mota esteve bem até à reta final da primeira parte. Aí o juiz da partida somou um erro grave, ao inverter um cartão amarelo para vermelho, após consultar as imagens do vídeo-árbitro. Mateus Quaresma não devia ter ido para o balneário mais cedo e a decisão de Manuel Mota mancha, e de que maneira, a exibição do árbitro natural de Vila Verde.

Leia Também: Benfica goleia, mas Roger Schmidt quer mais: "Nem tudo foi perfeito"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório