Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2022
Tempo
MIN 7º MÁX 14º

Notas do Moreirense-Sporting: Dupla de 'killers' e o triunfo do costume

Leão voltou a vencer por 2-0, a oitava vez que isso sucede no presente campeonato, com golos de Slimani e Paulinho.

Notas do Moreirense-Sporting: Dupla de 'killers' e o triunfo do costume

O Sporting venceu, nesta segunda-feira, em Moreira de Cónegos, a formação local, por 2-0, no encerramento da 26.ª jornada da Liga, mantendo os seis pontos de distância para o FC Porto e alargando para seis a diferença para o Benfica.

Os leões voltaram a triunfar por 2-0, a oitava vez que isto sucede no presente campeonato e ultrapassou a fasquia dos 50 golos marcados, e só por uma vez nas últimas 20 épocas o clube de Alvalade tinha mais golos marcados à 26.ª jornada.

Ao revés, do outro lado da barricada mora um Moreirense que soma apenas 20 pontos à presente ronda do campeonato, sendo  o pior registo de sempre dos cónegos na competição, tendo arrecadado apenas um triunfo nos últimos nove jogos disputados na competição.

Na partida entre minhotos e lisboetas, a partida ficou pautada pela titularidade de Marcus Edwards, que esteve envolvido em ambos os golos do conjunto verde e branco, bem como pela assistência de Pedro Porro, a sexta na Liga, tendo a vitória sido construída com golos de uma dupla que promete ser um caso sério a 'arrombar cofres rivais': Paulinho e Slimani.

Vamos então às notas de destaque desta partida:

Figura 

Pedro Porro rubricou uma exibição fenomenal, mais uma, desta feita em Moreira de Cónegos. Além da assistência para o golo de Paulinho, também esteve na origem de outras duas ocasiões flagrantes para finalização e de uma mão cheia de cruzamentos perigosos.

Surpresa

Marcus Edwards estreou-se a titular com a camisola dos leões e rubricou uma primeira parte com elevada nota artística e reforçou, indubitavelmente, os créditos em Alvalade. Assistiu para o golo de Slimani e esteve no início da jogada, com um calcanhar fenomenal, que desaguou no golo de Paulinho.

Desilusão

Jefferson foi presa fácil para um leão que tomou as rédeas a meio-campo. O médio dos cónegos perdeu quase todos os duelos disputados e não teve 'pernas' para interromper as sucessivas avalanches dos ataques leoninos.

Treinadores

Sá Pinto entrou já numa fase difícil da época para o Moreirense e a parte final do campeonato não promete missões nada fáceis. Apesar da força do rival, os cónegos voltaram a mostrar uma aflitiva inoperância a atacar e em criar lances de perigo. Um conjunto minhoto demasiado macio e muito pouco agressivo na hora de recuperar a bola.

Rúben Amorim mexeu nas peças do 'xadrez', mas não alterou a forma de chegar ao triunfo. Sem Pote, Palhinha e Sarabia, o timoneiro leonino arriscou na estreia a titular de Edwards, e colheu muito bons frutos, apostou na dupla Slimani/Paulinho, e não podia ter sorrido mais, e, mais uma vez, confirmou que Ugarte entra que nem uma luva no meio-campo verde e branco. Amorim vê os reforços de inverno a ganharem cada vez mais ritmo e o leão promete não tirar o pé do acelerador na reta final do campeonato.

Árbitro da partida

João Pinheiro pode ter exagerado em alguns dos cartões amarelos exibidos, mas, em suma, registou uma arbitragem sem grandes incidentes e sai de Moreira de Cónegos com nota bastante positiva.

Leia Também: Amorim apostou no mágico e venceu no Minho com golos do 'PS'

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório