Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Polícia inglesa investiga faixa exibida no Crystal Palace-Newcastle

Adeptos do Crystal Palace criticam Premier League por ter dado luz verde à venda do Newcastle ao consórcio da Arábia Saudita.

A polícia inglesa informou este domingo que está a investigar uma faixa ofensiva exibida pelos adeptos do Crystal Palace no encontro deste sábado diante do Newcastle.

O cartaz em causa retrata a compra dos magpies por parte do Public Investment Fund, do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, com o novo dono a decapitar uma ave, enquanto ao fundo os adeptos gritavam "temos o nosso clube de volta".

A imagem mostra ainda o diretor-executivo da Premier League, Richard Masters, , acompanhado de um saco de dinheiro e com o polegar em riste, como que dando um aval ao negócio, além de uma lista de crimes imputados por organizações de direitos humanos ao regime saudita.

Em reação a esta faixa, os Holmesdale Fanatics, grupo de ultras do Crystal Palace, publicou um comunicado nas redes sociais, escrevem que a Premier League "escolheu o dinheiro em vez da moral", frisando que "fez negócios com um dos regimes mais sangrentos e repressivos do mundo".

Por seu turno, a Polícia Metropolitana de Croydon emitiu um comunicado publicado na rede social Twitter,  no qual informou que "recebeu um relatório de um banner ofensivo exibido pelos adeptos do Crystal Palace, que estão a ser investigados", sublinhando que "qualquer alegação de abuso racista será levada muito a sério".

Leia Também: Milionário Newcastle continua em crise. Ao décimo jogo... zero vitórias

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório