Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
22º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

"Não estamos a um nível superior aos nossos adversários"

Rúben Amorim e Paulinho fizeram a antevisão ao jogo com o Sporting de Braga.

"Não estamos a um nível superior aos nossos adversários"

Sporting e Sporting de Braga medem forças este sábado na Supertaça Cândido Oliveira, que marca a primeira partida oficial das duas equipas.

Depois de terem vencido o campeonato nacional, os leões defrontam o vencedor da Taça de Portugal, num jogo em que se disputa o primeiro troféu da presente temporada desportiva.

Rúben Amorim e Paulinho fizeram a antevisão ao encontro que tem apito inicial marcado para as 20h45 deste sábado.

Confira as principais declarações de Rúben Amorim e Paulinho:

Sporting mais forte este ano? Sim, acho que está mais forte do que no ano passado. Isso não há dúvida. Os resultados não controlamos. Somos mais equipa, jogamos melhor e temos mais experiência.

Quebrar o jejum com a conquista do bicampeonato: Ganhar o próximo jogo dá-nos um título e isso é o mais importante. Temos tempo para pensar nisso. Vamos jogo a jogo. Não vamos estar a falar de uma coisa que só saberemos no fim.

O que perde com a saída do João Mário e que ganha com outros jogadores: O João Mário tem uma experiência diferente, já com muitos anos ao alto nível e que segura muito bem a bola. Depois temos um jogador como o Bragança que tem claramente essas características e um talento enorme. O Matheus Nunes tem características diferentes do Bragança e do João Mário.

Importante teste ao estofo dos jogadores: É importante porque vale um título. Os jogadores do Sporting vão ter um novo desafio, mas a obrigação é sempre a mesma. Quando aqui chegámos ficámos no quarto lugar e foi o fim do mundo. Vão cobrar-nos mais porque há mais ilusão entre os adeptos, e há que crescer com isso. Este é o passo seguinte. É levar isto com naturalidade.

Detenção de Vieira: Não é o momento ideal para comentar. Sempre tive uma relação muito boa com Luís Filipe Vieira, é sempre triste ver estes momentos, falo em nome do futebol português  sempre mau ser falado por estes motivos, não há muito mais a dizer.

Substituto para João Mário: Temos várias opções. Estão todos preparados. A nossa ideia vai mudar de jogo para jogo. Temos o Matheus, o Bragança e o Tabata que se adaptou bem a essa posição. Quem estiver lá estará preparado.

Reforços: Não falo de jogadores que não são nossos. Estou muito satisfeito com plantel.

Jogadores disponíveis: Temos o plantel que queremos, gosto muito de todos os jogadores. Fomos buscar o Esgaio porque era um jogador que precisávamos. Estamos mais completos.

Lenços brancos e assobios: Os lenços brancos e os assobios, num clube grande, temos de estar sempre preparados. Vai ser diferente, é um grupo que olha muito para o lado positivo das coisas, o que eles pensam e esperam é que os adeptos os vão apoiar, mas têm de estar preparados para o outro lado, porque faz parte de jogar num clube muito grande. Portanto, olhar para o lado positivo, vamos ter os nossos adeptos, vai ser uma festa e há que ganhar, é o foco.

Cobrança dos adeptos no estádio: São rapazes inteligentes, mas que ainda não viveram isso. Se houve fases da época em que nós, com a ajuda dos adeptos, ainda seríamos melhores e eu sinto isso, eles têm de estar preparados. Eles têm de saber que há alguns momentos em que vamos sentir esses assobios, vamos sentir alguns ‘bruáás’ e acho que os jogadores devem passar por isso e eles estão preparados mas só vivendo é que vamos saber a reação deles.

Em que patamar está o Braga: O Sporting de Braga tem capacidade de lutar em todos os jogos. Não tem uma grande responsabilidade e isso é uma vantagem. O Braga pode vencer qualquer jogo, e tem lá jogadores que são mais experientes que os nossos. Mas não tem a mesma história que os três grandes nem o mesmo pedigree. O Braga cresceu muito, mas há coisas que demoram muito tempo a construir. Mas tudo é possível. Há que ter o Braga em conta em todos os jogos.

Dificuldade do Sporting em criar golos no ano passado: Queremos sempre mais. Houve jogos em que tivemos dificuldades em marcar golo, mas penso que fomos o segundo ou terceiro melhor ataque. Nem tudo foi mau. Em relação ao jogo passado, dizer que o Lyon veio na versão de pré-época. O Braga conhece melhor o Sporting, vai tapar esses caminho, e não nos vai deixar em tantas vezes no 1x1. Não nos vamos iludir. Temos uma ideia e há que melhorá-la. Este vai ser um jogo difícil contra uma equipa que nos conhece bem. 

Maior responsabilidade: Falo nisso porque é o senso comum. Quando começamos o campeonato no ano passado ninguém dava nada por nós. Temos de apresentar uma forma de jogar ainda melhor. A responsabilidade aumenta. Não estamos num nível superior aos nossos adversários, não temos o mesmo orçamento nem a mesma experiência, mas o que temos é uma época de trabalho e um campeonato. Não mudou assim tanto. Chamo muito a atenção a isso para que os jogadores e todos no clube não se agarrem a um título, e possamos ter uma rede de apoio. O título já passou.

Época mais difícil: Vai ser mais desgastante. Vai ser um desafio enorme, vamos jogar competições diferentes e temos mais responsabilidade. Há que encarar isso da melhor forma do lado entusiasmante do desafio e não com qualquer receio. Tivemos uma época muito boa, com pontos muito baixos também. É preciso ter atenção a esses momentos. No Sporting há muita cobrança e temos de viver bem com isso.

Declarações de Paulinho:

Rotinas defensivas diferentes no Braga: As características dos jogadores podem mudar, mas as rotinas e características não vão mudar. Se vai ajudar ou não amanhã vamos ver.

Afastar fantasmas? Não havia fantasma. Havia um processo e confiar nele. Por vezes passamos por uma fase menos boa e eu passei por ela. Mas isso é passado e agora é trabalhar para vir a fase boa.

Marcar frente ao Braga: É um sentimento especial porque passei lá bons momentos. Foi o meu trabalho lá que me deu oportunidade de estar aqui hoje a representar o Sporting. Se vou festejar um golo? Depende do momento. Isso não demonstra o carinho e respeito que tenho pelo clube.

Impacto da pré-época no seu rendimento: Sobretudo na condição física. Quando cheguei cá tinha vindo de uma lesão, e senti muita diferença de ritmo. Depois voltei a lesionar-me, e nunca tive oportunidade de ganhar uma condição física que me permitisse estar ao meu melhor nível. Esta pré-época já me deu isso.

Aposta com colegas em Braga: Não fiz nenhuma. Tenho bons amigos lá, mas a partir do momento em que o árbitro apita não há amizades. É Sporting contra Braga.

Golos esta época: Não tenho nenhuma meta, é algo natural. Claro que quero marcar em todos os jogos, mas não adianta estar a pensar nos próximos 20 jogos. Interessa é o foco no jogo de amanhã.

Maior rendimento este ano: Acredito que sim e vou trabalhar para isso. O tempo o dirá se estou certo ou errado.

Adeptos nas bancadas: Já vai tanto tempo que já não sabemos como é ter adeptos nas bancadas. Acredito que em alguns momentos os adeptos podem ajudar-nos, como nos momentos finais ou mais tensos, às vezes até nos dá uma força extra. Acredito que isso vai acontecer.

Confiança elevada do Sporting: O facto de sermos campeão não muda nada, é passado. Amanhã é uma final. Os títulos que passaram não nos dão mais nenhuma garantia que a vitória esteja próxima. O que nos dá essa garantia foi o trabalho realizado este mês.

Reencontro com o Braga e preparação da equipa: Estamos bem, foi um mês que deu para trabalhar bem, recuperar os índices físicos e para a malta voltar a ganhar rotinas. Estamos preparados para o jogo de amanhã.

Leia Também: Sporting-Sp. Braga: Supertaça serve para acentuar rivalidade crescente

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório