Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Telma Monteiro e Jorge Fonseca isentos e à espera de adversários

Jorge Fonseca e Telma Monteiro entram nos Mundiais de judo de Budapeste à espera de adversários provenientes de combates prévios, com a quatro vezes vice-campeã mundial a poder reencontrar a austríaca Sabrina Filzmoser.

Telma Monteiro e Jorge Fonseca isentos e à espera de adversários

No sorteio que hoje decorreu em Budapeste, na véspera do início dos Mundiais da modalidade, as categorias femininas, em que Portugal conta com o maior contingente, de oito judocas, foram as primeiras a conhecer a 'sorte'.

Telma Monteiro (10.ª do 'ranking'), que compete na terça-feira nos -57 kg, ficou isenta da primeira ronda, e na segunda defrontará a vencedora do combate entre a búlgara Ivelina Ilieva (22.ª) e a austríaca Sabrina Filzmoser (31.ª).

A judoca do Benfica conhece bem as duas possíveis adversárias: com Ilieva combateu três vezes e venceu sempre, duas das quais no Grand Slam de Paris, e com Filzmoser já teve 10 combates, com seis vitórias e quatro derrotas.

Diante da austríaca, Telma Monteiro tem um registo equilibrado, mas triunfou nos três últimos confrontos, o último dos quais renhido, mas que lhe deu em abril a primeira vitória na caminhada para mais um título europeu, em Lisboa.

Já Jorge Fonseca (7.º), que em 2019 entrou para a história em Tóquio, ao sagrar-se o primeiro campeão mundial português, inicia a defesa desse título na sexta-feira, com o sorteio a deixar também duas possibilidades para o peso pesado.

Isento na ronda inaugural, o judoca do Sporting irá encontrar o vencedor do combate anterior entre o dinamarquês Matthias Madsen (48.º) e o uzbeque Muzaffarbek Turoboyev (45.º), dois adversários com quem Fonseca nunca lutou.

Madsen é um judoca ainda jovem, com 22 anos, que em 2020 foi campeão europeu de sub-23, enquanto Muzaffarbek Turoboyev, também de 21 anos, tem como melhor resultado a medalha de bronze nos campeonatos asiáticos.

Também no sorteio destaque para Bárbara Timo, que se sagrou vice-campeã mundial nos -70 kg, meses depois de, a par de Rochele Nunes (+78 kg) e Rodrigo Lopes (-66 kg), se naturalizar portuguesa e competir pela seleção nacional.

Bárbara Timo (13.º) entra na competição em Budapeste na quinta-feira diante da cazaque Moldir Narynova (81.ª), dois dias antes de Rochele Nunes (+78 kg), também cabeça de série e com possibilidade de chegar às medalhas, e que, no sábado, no encerramento da competição individual, irá defrontar a vencedora do combate entre a japonesa Wakaba Tomita (46.ª) e a lituana Sandra Jablonskyte (30.ª).

Se a Rochele Nunes cabe fechar a participação portuguesa, Rodrigo Lopes (-60 kg), Catarina Costa e Maria Siderot (-48 kg) são os judocas que abrem a competição já no domingo, o dia em que o Mundial arranca com as categorias mais leves.

Catarina Costa (8.º), quinta classificada nos Mundiais de 2018, estreia-se com a sul-africana Geronay Whitebooi (39.ª), um dia antes da veterana Joana Ramos (23.ª), de 39 anos, e que na segunda-feira deverá disputar o seu último Mundial.

A judoca, 23.ª do 'ranking' mundial e em lugar elegível na qualificação olímpica, inicia a prova em Budapeste frente à vencedora do combate entre Sabiana Anestor (112.ª), do Haiti, e Khorloodoi Bishrelt (27.ª), da Mongólia.

Nestes Mundiais, Portugal contará com 13 atletas, oito em femininos e cinco em masculinos, com a competição individual a decorrer entre domingo e sábado, sendo esta a última prova a pontuar para os Jogos Olímpicos de Tóquio2020.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório