Meteorologia

  • 16 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Jorge Jesus: "Amanhã é Otamendi e mais 10"

Acompanhe o essencial das declarações do treinador do Benfica antes da partida para a Liga Europa.

Jorge Jesus: "Amanhã é Otamendi e mais 10"

O Benfica defronta esta quinta-feira, na 5.ª jornada da fase de grupos da Liga Europa, o Lech Poznan. A uma vitória de garantir o apuramento, Jorge Jesus e Everton fizeram, no Seixal, a antevisão de uma partida importante nas aspirações do clube da Luz.

Fique com o essencial da conferência de imprensa antes do encontro com a equipa polaca.

Antes da conferência

Em declarações exclusivas à SportTV+, Jesus defendeu Otamendi das críticas e revelou que vai a jogo e que será o argentino "e mais 10" esta quinta-feira. 

Declarações de Everton

Calendário apertado: "Creio que a vitória traz sempre importância para o grupo, num mês difícil, e se ganharmos mais confiança vamos ter."

Adaptação ao futebol europeu/ dar mais em campo: "Acho que ainda posso dar mais. Todos os jogadores quando mudam para a Europa passam por um processo de adaptação. É um futebol mais rápido e intenso. Tenho trabalhado muito, mas ainda não estou no meu nível máximo e tenho de focar-me ainda mais para ajudar a minha equipa."

Regresso de Darwin: "É um grande jogador, um jogador de seleção. Quanto mais jogadores destes tivermos à disposição, mais forte fica a nossa equipa."

Gestão física: "Quem joga no Benfica tem de estar preparado para estes ciclos. Prepararmo-nos, descansar o maior tempo possível para estar bem para jogos difíceis. É colocar o nosso jogo em prática, que qualidade nós temos e as coisas acontecem naturalmente".

Jorge Jesus

Benfica nunca perdeu um jogo em casa para a Liga Europa: "É um dado que representa o valor da equipa do Benfica na Liga Europa e a jogar no seu estádio. Para nós, esse dado será para acrescentar. Vencendo o jogo amanhã estamos apurados para a próxima fase e esse é o nosso objetivo. Já transmiti a minha ideia para a Liga Europa. Estamos a fazer uma boa caminhada".

Darwin e Weigl de volta: "Já deram negativo, o Adel [Taarabt] também. São jogadores que me vão dar mais soluções não só para amanhã, mas para os próximos jogos. Para ter rotatividade, é preciso ter jogadores. Estamos a falar de jogadores importantes para o futebol de qualidade da equipa. Não sei ainda que jogadores vão jogar amanhã, ainda não trabalhei com eles depois do jogo com o Marítimo, eles só recuperaram. Só hoje é que vamos trabalhar de forma ativa. Depois tenho de tomar opções".

Rotatividade frente ao Lech: "Sim, admito, mas não muita. Está na minha cabeça, mas só depois do treino é que posso saber se posso fazer algumas modificações. Tenho de ver que indicações me dão os jogadores. O Darwin vai ser convocado, é um jogador que tem estado a treinar há já uma semana consecutiva. O departamento médico tem trabalhado muito bem com estes casos de Covid-19, que para uns é complicado, para outros nem tanto."

Forma de estar à 'antiga': "Velho? Não.. Sou um menino (risos). Por muito que nós queiramos ou não, a ansiedade dos jogos não é a mesma coisa sem pública. Sem público não é igual. Agora... isso não faz de mim um treinador que não participa no jogo. Mas tenho tido mais cuidado, porque qualquer palavra que diga pode trazer discussão, então tento-me conter mais. Sem adeptos, ouve-se tudo o que digo e tenho tido esse cuidado."

Reação à Associação de Jornalistas de Desporto: "As críticas são injustas e explico porquê. Eu respondi a um jornalista, não respondi por ser branco, por ser preto, a um cavalheiro ou a uma senhora. Eu respondi a um jornalista. Machismo? Não sei o que é isso. Tive no Brasil onde trabalhei com tantas jornalistas, com muito carinho, onde a Irene Palma de A Bola teve comigo vários dias a fazer uma reportagem. Essa carapuça para mim não me entra, mas também sei como as sociedade hoje em dia são muito mascaradas. E essa notícia é... uma notícia mascarada."

Lech Poznan com ousadia: "É verdade, depois do jogo tive oportunidade de destacar a forma atrevida a nível posicional que a equipa polaca tem. Se calhar foi por causa disso que fizemos também quatro golos. Não se consegue meter muitos jogadores a atacar e a defender. Amanhã não sei se será igual, porque o treinador do Lech também já viu o Benfica jogar. Três centrais? Não. De momento ainda não. Nos primeiros 10 anos de carreira eu jogava assim, com três centrais. Mas é um sistema difícil e eu já estava à frente há muito tempo. Ainda não tenho a equipa preparada para isso, quero melhorar a defesa a quatro."

Otamendi: "Eu não vi o Otamendi desde o jogo da Madeira. Ontem treinámos com os jogadores que não jogaram. Os que jogaram fizeram trabalho de recuperação. Depois daquele lance, o Otamendi fez um dos melhores jogos pelo Benfica. E se não o afetou naquele jogo, menos vai afetar no próximo. É um jogador experiente, internacional argentino. Se ele estiver bom, amanhã é ele e mais 10."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório