Meteorologia

  • 08 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 21º

Edição

'Big four' da Alemanha doam 20 milhões aos clubes mais necessitados

Dos 20 milhões de euros, 12,5 surgem dos direitos de televisão e o restante dos 'cofres' de cada um dos quatro emblemas. A DFL vai ficar responsável pela sua distribuição, de acordo com as necessidades de cada um dos emblemas da primeira e segunda divisão.

'Big four' da Alemanha doam 20 milhões aos clubes mais necessitados
Notícias ao Minuto

15:11 - 26/03/20 por Lusa

Desporto Bundesliga

Quatro clubes germânicos, incluindo Bayern Munique e Borussia Dortmund, vão em conjunto disponibilizar 20 milhões de euros para ajudar emblemas que estão em dificuldades financeiras, devido à pandemia de Covid-19, anunciou hoje a Liga alemã de futebol (DFL).

"Esta ação demonstra que a solidariedade na Bundesliga não é uma palavra vazia. Estamos muito gratos aos quatros clubes envolvidos na Liga dos Campeões pela ajuda que estão a dar", afirmou o presidente da DFL, Christian Seifert, referindo-se também ao Bayer Leverkusen e ao Leipzig.

Dos 20 milhões de euros, 12,5 surgem dos direitos de televisão e o restante dos 'cofres' de cada um dos quatro emblemas. A DFL vai ficar responsável pela sua distribuição, de acordo com as necessidades de cada um dos emblemas da primeira e segunda divisão.

"Nestes tempos difíceis, o importante é que os mais fortes apoiem os fracos", disse o presidente do Bayern Munique, Karl-Heinz Rummenigge.

Nos últimos dias, o presidente do Borussia Dortmund, clube onde alinha o português Raphael Guerreiro, deixou críticas à alegada "má administração" de alguns clubes, mas também optou por entrar no processo, devido à "situação excecional" que o futebol está a viver.

"Sempre dissemos que seriamos solidários com os clubes que precisam, numa altura em que não conseguem sobreviver sozinhos", frisou Hans-Joachim Watzke.

A Bundesliga e a 2.Bundesliga estão paradas desde o início de março e assim vão continuar, pelo menos, até 30 de abril, de acordo com a DFL.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 480 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 22.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com quase 260.000 infetados, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 7.503 mortos em 74.386 casos registados até quarta-feira.

Em Portugal, registaram-se 60 mortes e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 549 novos casos em relação a quarta-feira.

Dos infetados, 191 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram. Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório