Meteorologia

  • 20 FEVEREIRO 2020
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 19º

Edição

Corajoso e altruísta. Os tributos a Paulo Gonçalves, símbolo do desporto

Piloto português morreu este domingo durante uma etapa do Rali Dakar.

Corajoso e altruísta. Os tributos a Paulo Gonçalves, símbolo do desporto

A prova deste domingo do rali Dakar marcou mais uma 'página negra' na história da competição. O piloto português Paulo Gonçalves, de 40 anos e natural de Esposende, morreu depois de uma queda ao quilómetro 276 da 7.ª etapa, na Arábia Saudita. Era a 13.ª vez que participava numa das provas mais duras do mundo do desporto motorizado.

Paulo Gonçalves juntou-se a uma (longa) lista de 25 nomes. Ninguém ficou indiferente à morte de 'Speedy', como era conhecido e as reações à perda de um dos grandes motociclistas nacionais foram transversais aos vários quadrantes da sociedade portuguesa. 

Da política ao desporto, figuras de Estado e colegas que bem conheciam Paulo Gonçalves reconheceram-lhe o mérito humano e desportivo, garantindo que nunca será esquecido nacional e internacionalmente. 

O Presidente da República lamentou a morte de Paulo Gonçalves, lembrando que o piloto português foi "um digníssimo representante de Portugal" na prova. Marcelo Rebelo de Sousa apresentou ainda "as mais sentidas condolências" à família do piloto português.

Já o primeiro-ministro, António Costa, disse que Paulo Gonçalves será lembrado como um "exemplo de ética, altruísmo e sã competição", deixando as "mais sentidas condolências à família".

Também o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, manifestou "choque e tristeza" pela morte do piloto português Paulo Gonçalves na sequência de uma queda no Rali Dakar, destacando que "irá tomar a iniciativa de apresentar um voto de pesar em próxima reunião plenária da Assembleia da República.

O Ministério da Educação emitiu uma nota de pesar pela morte do motociclista. O ministro Tiago Brandão Rodrigues e o secretário de Estado do Desporto João Paulo Rebelo "lamentam profundamente a morte do motociclista Paulo Gonçalves, no Dakar 2020" e transmitem as condolências a "toda a família" e à sua "'família' desportiva".

Corajoso, valente, tenaz: Uma referência

O diretor do rali Dakar2020, o francês David Castera, salientou este domingo a tenacidade de Paulo Gonçalves. "Paulo era meu companheiro, estava no Dakar há muito tempo, toda a gente o conhecia. Há cinco etapas estava a mudar o motor da sua mota, era muito tenaz. Conhecia os riscos de um rali, quando o pior acontece é muito difícil para todos", disse.

Quanto ao piloto António Maio, que também se encontra a cumprir o Dakar, subinhou que vai tentar apagar da memória o que vivenciou. "Vou tentar apagar da minha memória tudo o que vi e o que se passou depois, nesta que foi a etapa mais difícil da minha vida! Um verdadeiro Homem, um ser humano fantástico e um piloto único. Obrigado Paulo por seres uma das minhas referências! Os meus profundos sentimentos a toda a família", foram as palavras do 'colega' nas redes sociais. 

Miguel Oliveira recordou a "coragem" e "valentia" do piloto"Paulo, deixaste uma marca profunda na vida de quem teve o privilégio de se cruzar contigo. A tua coragem e valentia são exemplo para todos nós. DEP", fez sobressair.

Já o espanhol Fernando Alonso, antigo piloto de Formula 1, referiu, em declarações ao jornal Marca, que "é um dia muito negativo pela morte do Paulo, que te retira qualquer comentário que possas fazer sobre a etapa, que foi estupenda graças ao Marc [Coma]"

Futebol profissional de luto pelo "credenciado piloto português"

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) lamentou a morte do português, classificando-o como "um símbolo do desporto motorizado". "Nome ficará para sempre ligado ao desporto português", acrescentou.

O Benfica também não quis deixar passar em claro a importância de 'Speedy' para o desporto português. As águias sublinham que Paulo Gonçalves era "um dos mais credenciados pilotos portugueses de sempre" e recorda o "grande orgulho em ostentar a águia no equipamento de motard".

O Vitória de Guimarães, clube da I Liga portuguesa de futebol, considerou que Portugal perdeu "uma das maiores referências" do país no desporto motorizado, com a morte de Paulo Gonçalves: "O desporto está de luto. Hoje perdemos uma das maiores referências do desporto motorizado português."

Também o ator Nuno Janeiro escreveu uma mensagem onde partilha uma fotografia de Paulo Gonçalves e homenageia o piloto que perdeu a vida. "Dia triste hoje! Como fã do desporto motorizado e especialmente em português hoje é um dia triste", escreveu.

Recorde-se que a organização do Rali Dakar anunciou, em forma de comunicado emitido nas plataformas oficiais pela tarde deste domingo, que tomou a decisão de cancelar a oitava etapa na modalidade de motas e quads devido à morte de Paulo Gonçalves.

A organização da prova partilhou ainda um vídeo de homenagem ao piloto português. Recorde aqui as melhores imagens da carreira de Paulo Gonçalves.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório