Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Diretor do Dakar elogia Paulo Gonçalves: "Era meu companheiro"

O diretor do rali Dakar2020, o francês David Castera, salientou hoje a tenacidade de Paulo Gonçalves, que há poucos dias mudava o motor da sua mota e hoje morreu na sétima etapa da corrida.

Diretor do Dakar elogia Paulo Gonçalves: "Era meu companheiro"
Notícias ao Minuto

20:43 - 12/01/20 por Lusa

Desporto Rali Dakar

"Paulo era meu companheiro, estava no Dakar há muito tempo, toda a gente o conhecia. Há cinco etapas estava a mudar o motor da sua mota, era muito tenaz. Conhecia os riscos de um rali, quando o pior acontece é muito difícil para todos", disse.

Castera, que este ano substituiu Etienne Lavigne na direção da mítica corrida, explicou, num vídeo divulgado pela organização e que homenageia o piloto português, não se saber muito sobre o acidente ao quilómetro 273.

"Não sabemos as circunstâncias, era um segmento rápido e foi onde o Paulo teve o acidente, os médicos tentaram reanimá-lo, mas, infelizmente, não conseguiram e ele morreu ao quilómetro 276 da sétima etapa", explicou.

O vídeo, publicado na página oficial da competição, fala em "dia negro no Dakar2020" e mostra depoimentos de Ricky Braber, da Honda, por onde Paulo Gonçalves passou, ou dos campeoníssimos Stéphane Peterhansel e Carlos Sainz.

"Nunca sabemos o que vai acontecer, hoje perdemos um dos nossos, o Paulo Gonçalves", referiu Braber, enquanto Peterhansel falou das dúvidas que estas situações colocam em relação à importância da competição e Sainz falou na tristeza de todos.

O piloto português morreu hoje na sequência de uma queda durante a sétima de 12 etapas da 42.ª edição do Rali Dakar de todo-o-terreno, na Arábia Saudita.

De acordo com a informação da Amaury Sport Organization (ASO), o alerta foi dado às 10:08 horas locais, menos três em Lisboa.

Foi enviado de imediato um helicóptero que chegou junto do piloto às 10:16, tendo encontrado Paulo Gonçalves inconsciente e em paragem cardiorrespiratória.

"Depois de várias tentativas de reanimação no local, o piloto foi helitransportado para o hospital de Layla, onde foi confirmada a morte", referiu a organização.

Paulo Gonçalves participava no Dakar pela 13.ª vez desde 2006, ano de estreia na prova.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório