Meteorologia

  • 24 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Leão 'cresce' mas reforços ainda mostram poucos argumentos

Conjunto orientado por Marcel Keizer, frente ao St. Gallen, voltou a mostrar algumas dificuldades no processo defensivo e voltou a não somar um triunfo. Reforços entraram 'divididos', mas ainda mostram dificuldades de entrosamento .

Leão 'cresce' mas reforços ainda mostram poucos argumentos

O Sporting voltou este sábado a ter novo teste de preparação rumo à nova temporada, num jogo disputado na Suíça, frente ao St. Gallen.

Diante de uma equipa com mais tempo de preparação, os leões entraram bem, fruto do seu 'timoneiro' em campo, Bruno Fernandes, até estiveram a vencer por 2-0, mas comprometeram defensivamente e consentiram um empate.

Com três reforços a entrarem no onze, mais três a 'rodarem' no segundo tempo, ficaram alguns apontamentos positivos, mas, sobretudo, a nítida sensação de que há margem para crescer. 

Vamos à análise da performance de cada um dos elementos 'novos'.

Luís Neto: Foi lançado no onze inicial ao lado de Mathieu e não fez esquecer Coates. Relativamente sólido no eixo defensivo, mostrou dificuldades a construir jogo. Um erro nos primeiros 20 minutos, em partida oficial, com VAR, poderia ter resultado em grande penalidade. No segundo tempo, mostrou-se mais confiante, crescendo num momento em que a equipa se encolheu.

Eduardo: O centrocampista mostrou duas faces durante a partida. Confiante no domínio do meio-campo, num primeiro momento, até conseguindo chegar-se à frente de ataque, comprometeu (e de que maneira) para o golo da equipa da casa. Com um mau alívio/receção, deixou a bola à mercê do adversário. O golo nasce de um erro seu. 

Camacho: A jogar fora do seu corredor habitual, com preocupação acrescida de tapar o corredor do menino Conte, o jovem extremo ex-Liverpool foi uma sombra em campo. Raramente conseguiu pegar no jogo e a sua ala foi uma das mais desaparecidas durante o primeiro tempo. Comparando com Raphinha, que jogou no corredor direito, esteve vários furos abaixo do que seria expetável. 

Vietto: Entrou a intervalo e deu a mesma sensação que no primeiro tempo. Aporta ao emblema leonino qualidade para a frente de ataque, mas falta-lhe maior entrosamento com os companheiros. Tentou por várias vezes furar a organização defensiva do seu adversário, mas revelou alguma falta de critério no momento de definição. 

Gonzalo Plata: É jovem, veloz, tem talento reconhecido por todos, mas o equatoriano não conseguiu, este sábado, entrar na partida. Com o leão já empatado, tinha missão de furar pelo corredor direito, mas foi penalizado pelo facto de a equipa verde e branca ter revelado dificuldades no seu processo de construção ofensiva. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório