Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 24º

Edição

I Liga - Os melhores tentos apontados na última jornada

Mais vídeos

António Salvador arrasa Manuel Mota: "O que vimos aqui hoje é lamentável"

Presidente do clube minhoto critica decisões da equipa de arbitragem.

António Salvador arrasa Manuel Mota: "O que vimos aqui hoje é lamentável"

António Salvador, presidente do Sporting de Braga, compareceu na sala de imprensa do Estádio Municipal de Braga para apontar o dedo à arbitragem do jogo com o FC Porto (1-1) que ditou a eliminação do clube minhoto na Taça de Portugal. 

O presidente do emblema minhoto considera que existiram dois penáltis por assinalar a favor da sua equipa e que Maxi Pereira deveria ter sido expulso. 

António Salvador também defende que o Sp. Braga foi prejudicado no jogo com o FC Porto para o campeonato, realizado no sábado, e também na II Liga, no jogo da equipa B. 

Eis o discurso de António Salvador na íntegra 

"Em primeiro lugar queria dar uma palavra à equipa do Sporting de Braga. Aos jogadores porque eles acreditaram que hoje poderia ter acontecido algo de épico. Esta equipa não merecia que agentes desportivos, com responsabilidade neste jogo que se tivessem demitido das suas responsabilidades e dando como ganha a eliminatória pelo FC Porto. 

Só assim se percebe que o CA tenha nomeado um árbitro desta categoria e um VAR... para este jogo. Assim vimos o Militão que aos nove minutos a rodar o corpo e corta a bola com o braço. Claramente era penálti. Onde vimos um golo limpo anulado por um fora de jogo. O árbitro e o assistente validam o golo mas o VAR consegue detetar que um jogador está adiantado em relação ao adversário. Pois ninguém consegue ver. Aquilo que se vê é que o jogador está em linha. O VAR só reverte decisões que sejam claramente erradas. Aquilo que se viu aqui não é uma decisão errada. O jogador está em linha e não há fora de jogo. Um golo limpo anulado ao Sp. Braga. Antes do intervalo há claramente um mão do Manafá que eu não consigo perceber como não vê essa mão. Mais um penálti por marcar, o segundo. São decisões a mais para ser verdade. O árbitro dá o tempo de dois minutos e consegue apitar antes disso. 

Há uma expulsão que deveria ter sido dada ao Maxi ao Murilo que toda a gente viu. O próprio jogador ficou a sangrar e o árbitro onde o árbitro se demite de expulsar o Maxi. São decisões a mais para se errar num jogo em que os nossos jogadores acreditavam que era possível reverter a eliminatória. Foram decisões erradas demais para ser verdade. Decisões como foram aquelas que se passaram no sábado para o jogo do campeonato. Decisões como foram aquelas que se passaram no domingo no jogo da equipa B. 

Há uma questão que tem de ficar clara. Nos momentos decisivos, tanto na Taça da Liga, como na Taça de Portugal e no campeonato, houve sempre erros claramente em prejuízo do Sp. Braga. Não sei se o Sp. Braga iria ganhar uma destas provas. Mas o que eu sei é que nos momentos decisivos, nas análises de arbitragem e naquilo que todos vocês viram, é que nos momentos certos o Sp. Braga foi prejudicado. Isso é uma reflexão que temos de fazer. 

Diria mesmo que a deputada Ana Gomes disse ontem que há muitos criminosos infiltrados na justiça. Eu diria que há em muitos mais lugar. No futebol, na arbitragem, no desporto. Muito provavelmente. Aquilo que vemos ao longo da época e que vimos aqui hoje é lamentável para o futebol português."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório