Meteorologia

  • 23 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Sérgio Conceição: Os perigos do Nacional, Pepe e o papel de 'artista'

Técnico do FC Porto fez a antevisão do encontro com os madeirenses, mas comentou outros temas da atualidade azul e branca.

Sérgio Conceição: Os perigos do Nacional, Pepe e o papel de 'artista'

A atravessar uma série de 17 vitórias consecutivas, que já é recorde absoluto na história do clube, o FC Porto recebe esta segunda-feira o Nacional, atual 10.º classificado da tabela, em encontro da 16.ª jornada do campeonato. 

Sérgio Conceição fez a antevisão da partida e prometeu uma equipa à procura dos três pontos.

Antevisão: "Percebemos que é a melhor fase, não só em termos de resultados, como também naquilo que a equipa faz em campo. É a melhor fase a todos os níveis do Nacional e há outro dado interessante, que é a equipa que mais golos faz fora. Tem 13 golos a par do Benfica e isso é sinónimo de que vai à procura da baliza adversária. Estamos atentos a isso e a essa dinâmica no processo ofensivo do Nacional e temos de perceber o que é preciso para causar 'mossa', desequilíbrios nos último terço para podermos fazer golos. É um jogo difícil e temos que ir à procura dos três pontos, que é isso que nos interessa."

Dossier Pepe: "Não quero muito entrar por aí, pois estamos na véspera de um jogo. Dissesse o que dissesse sobre o Pepe, amanhã dariam mais importância do que aquilo que é o mais importante, que é o jogo. Além disso, estamos a falar de um central, o Felipe amanhã não joga, tem que jogar outro central no seu lugar e por tudo isso temos que ter alguma sensibilidade."

Reabertura do mercado: "Eu não gosto deste mês no sentido de falarmos de mercado, até porque é muito tempo que permite às equipas reajustes e procurarem algumas soluções. Isso cria alguma instabilidade e isso foi discutido no Fórum da UEFA. É demasiado tempo que o mercado está em aberto em janeiro. Há situações excecionais, por uma lesão ou uma outra razão que se pode contratar ou vender. Mas acho que uma semana seria o suficiente, pois isso daria mais estabilidade à vivência daquilo que é um grupo de trabalho neste mês."

Chegada de Fernando Andrade: "É um jogador que, dentro daquilo que eu penso e quero para a equipa, pode jogar como avançado, mais pela esquerda, também como ala. É um jogador que eu aprecio. Agora vamos ver... Este mercado de janeiro é bom para os grandes 'tubarões' que podem ir buscar jogadores que podem encaixar logo na equipa, pois a adaptação é por horas. Nós, FC Porto, vamos buscar soluções alternativas para aqueles que normalmente jogam. É um bocadinho diferente."

Dúvida sobre Brahimi: "Vamos ver amanhã... O Brahimi saiu com algumas queixas do jogo com o Desp. Aves, hoje foi ao campo de forma condicionada e amanhã vamos ver como está. Não é 'buff', não sei mesmo... Às vezes podem pensar que estou armado em artista, mas não é... (risos)"

Reencontro com Costinha: "Fico contente... As últimas gerações têm fornecido bons treinadores, bons dirigentes... Eu lemrbo-me da minha equipa da Lazio e fizeram até um estudo da equipa que no fundo ganhou tudo menos a Liga dos Campeões, em que eu fazia parte, e o Nedved é vice-presidente da Juventus, o Almeyda é treinador, o Simeone é treinador e por aí fora... O Mihajlović é treinador, o Nesta é treinador, da Segunda Divisão, do Perugia, salvo erro. É com grande gosto que vejo isso, pois representa que as últimas gerações eram não só jogadores de enorme qualidade, como grandes pessoas, bem formadas, que querem aprender e continuar ligadas ao futebol. Ter sido jogador não é sinónimo de ser bom treinador, mas fico contente de ver ex-colegas no banco e a terem sucesso. O Costinha fez um trabalho fantástico no Nacional no ano passado, não começou tão bem, mas está melhor e é um gosto vê-los e sempre que os cumprimento fico mais feliz que eles."

Liderança isolada: "É sempre importante vencer! Nós estamos muito focados no que temos que fazer, nos três pontos e no nosso jogo. Depois estamos atentos ao que os outros fazem, mas não vivemos em cima disso. Vivemos em cima daquilo que é o trabalho diário e a preparação do jogo para depois termos uma resposta positiva e vencermos os três pontos."

Saída de Rui Vitória do Benfica: "Não quero entrar muito por aí... O Rui Vitória teve o seu percurso no Benfica, agora é passado, tem que se dar mérito pelos títulos que conquistou e a partir deste momento o Benfica tem um novo treinador, que é um jovem treinador, mais um que não foi ex-jogador, mas já demonstrou na formação que tem qualidade e terá a sua vida no Benfica e nós temos a nossa. Não há mais nada a dizer."

Série de 17 vitórias seguidas: "Se eu disser 25, e depois a 26.ª, não vou estar no jogo? (risos) O Marega disse isso no sentido de não é bater o recorde do FC Porto, é sim ganhar é que nos move. Acho que é por aí."

Possibilidade de igualar o registo de Jorge Jesus: "Na extensa entrevista que ele deu, aliás, nas várias - agora anda sempre a falar -, não me lembro de ter ouvido ele dizer isso. Mas é porque não se lembrou porque é algo importante e dele... Ele normalmente gosta de realçar aquilo que faz de bem. (risos) Digo isto com carinho porque tenho um carinho enorme pelo Jorge Jesus."

Recuperação de Aboubakar: "Não sei, vai ser muito difícil... Ele começou a pisar o campo um bocadinho antes daquilo que se esperava, é verdade, mas ainda está muito longe da recuperação. Depois há momentos em que recuperação acelera um bocadinho, outros em que estagna. Foi uma lesão muito grave, muito grave, mas nós vamos esperar por ele, seja nesta ou na próxima época. Vamos estar com ele."

Ausência de Felipe: "Temos o Mbemba e o Diogo Leite. O Chidozie tem menos possibilidades de jogar porque jogou ontem pela equipa B. É um dos dois que vai fazer dupla com o Militão. Já me estou a 'esticar' um bocadinho ao dizer que o Militão vai jogar, pois normalmente não digo.Vamos ver... Houve a preocupação em alguns pormenores nos esquemas táticos, ou seja, nas bolas paradas. Aí sim."

A única equipa em empates: "Temos ganho... (risos) É a única conclusão a que chegou depois das duas derrotas que tivemos. Vamos sempre à procura da vitória. É verdade que conseguimos, depois de estar a perder, não só empatar, como ganhar o jogo, mas vamos continuar sempre na procura do golo e procurar não sofrer."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório