Meteorologia

  • 13 JUNHO 2024
Tempo
22º
MIN 14º MÁX 25º

AR unânime no pesar pela morte de quatro pessoas após naufrágio em Troia

A Assembleia da República aprovou hoje por unanimidade um voto de pesar pela morte de quatro pessoas após o naufrágio da embarcação em que seguiam, perto de Troia, em 07 de abril.

AR unânime no pesar pela morte de quatro pessoas após naufrágio em Troia
Notícias ao Minuto

13:21 - 03/05/24 por Lusa

Política Assembleia da República

O voto, apresentado pelo PSD, foi aprovado por unanimidade.

"No passado dia 07 de abril, o luto abateu-se sobre o nosso país com o trágico acidente de barco que envolveu cinco pessoas, vitimando quatro delas ao largo de Troia", lê-se no voto.

"Naquela manhã de domingo, o que seria uma saída descontraída para pescar, tornou-se fatal para o Francisco, o seu pai, Ricardo, o Gabriel e o José, (ambos irmãos), mas também para as suas famílias e amigos, cuja dor e o sofrimento aqui fazemos questão de não esquecer, neste voto de pesar. Não se recupera da perda de um ente querido, nunca se recupera de um acidente chocante, como este, que marcou profundamente a comunidade grandolense e o país", salienta o texto.

Hoje, os deputados aprovaram, também por unanimidade, um voto de pesar apresentado pelo BE pela morte de sete trabalhadores da organização não-governamental (ONG) World Central Kitchen na Faixa de Gaza, pelo exército israelita, em 01 de abril.

No voto, é referido que "estas pessoas encontravam-se em missão humanitária de preparação e distribuição de refeições em Gaza" e que "os sete elementos da organização humanitária faziam parte de um grupo que viajava em três veículos blindados, devidamente assinalados com o logótipo da organização, numa viagem que ocorreu após a coordenação dessa deslocação com o exército israelita".

"A morte de elementos de organizações de ajuda humanitária é um ataque aos seus trabalhadores, à organização em causa, mas também a todas as organizações humanitárias que operam em cenários de guerra e, de forma mais ampla, ao direito internacional humanitário", defendem os deputados.

Leia Também: Troia. "Acalmei o rapaz e disse 'a gente vai-se safar'", lembra timoneiro

Recomendados para si

;
Campo obrigatório