Meteorologia

  • 19 MAIO 2019
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 19º

Edição

FC Porto - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

"Estamos preparados para assumir a responsabilidade do dérbi"

Sérgio Conceição espera um duelo "intenso, bem disputado, de forma leal dentro e fora do campo" com o Boavista, este domingo.

"Estamos preparados para assumir a responsabilidade do dérbi"
Notícias ao Minuto

12:35 - 01/12/18 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Sérgio Conceição

Em vésperas do dérbi da Invicta, com o Boavista, Sérgio Conceição não se esquivou às perguntas mais pertinentes e expressou a sua posição, quer quanto ao caso de Bazoer, quer à situação de Rui Vitória no Benfica. Em conferência de imprensa, o treinador do FC Porto explicou, ainda, a conversa que teve com Adrián López no início da temporada, que se revelaria fundamental para a 'explosão' do espanhol.

Que jogo espera: Estes jogos são sempre difíceis. É o dérbi histórico da cidade do Porto. Espero um jogo intenso, bem disputado, de forma leal dentro e fora do campo. Estamos preparados para assumir a responsabilidade do jogo e conquistar os três pontos, que são importantes na nossa caminhada.

Situação de Rui Vitória no Benfica: Amanhã joga-se o Boavista-FC Porto. Chega de primeira páginas e aberturas de telejornais. Ainda querem que comente? Tenho uma opinião sobre tudo, até sobre esta pergunta. Há já muita gente a comentar. Quem é que fica agradado de, entre treinadores, ver a posição de um colega de trabalho na praça pública? Acho que ninguém. A importância de momentos negativos é sempre maior do que qualquer feito bem maior. Qualquer coisa de positivo nunca é tão realçada, prova disso foi o excecional jogo que fizemos esta semana, que foi muito pouco falado. Foram mais faladas as coisas negativas.

Transpor a estratégia da Champions para o campeonato: Estamos todos de acordo quando dizemos que o FC Porto tem uma grande qualidade no processo ofensivo e consegue criar diferentes nuances num mesmo jogo, passar por sistemas diferentes. Existe sempre uma diversidade muito grande na frente indo de encontro aos pontos fortes da equipa adversária. Temos que desmontar essa forma de defender das equipas adversárias. Pode ser dentro de um sistema ou outro, mas é possível passar do modelo mais utilizado na Liga dos Campeões, assim como o contrário. Temos como base esse trabalho e aplicamos mediante o adversário.

FC Porto com historial positivo no Bessa: Nós não olhamos para estatísticas. Estamos atentos a essas situações, mas não faz com que o FC Porto esteja mais ou menos confiante. Por vezes, quando um jogador me diz que precisa de jogar para ganhar confiança, eu digo-lhe que precisa de ganhar confiança nos treinos para jogar. O que damos importância é ao nosso trabalho diário, que conseguimos controlar. O momento é bom, mas é até ao próximo momento, que é o jogo de amanhã. Mantê-lo é um bom desafio para todos nos clube.

Áudio de Bruno de Carvalho em tribunal: Sinceramente, não vi. Não sei se é verdade ou não o que o ex-presidente do Sporting disse. Não quero comentar, não é para me esquivar.

Aboubakar: Era bom poder contar com ele para amanhã, mas vai estar fora durante pelo menos seis meses.

Adrián López sente-se mais confiante: A minha conversa com ele não foi a mesma, mas foi muito parecida à que tive com outros jogadores. Pelo momento do FC Porto e sabendo que estava emprestado, num primeiro momento queria observá-lo, saber com que espírito estava no FC Porto. Ele deu-me indicações de que queria muito ficar se fosse um jogador com que contasse. Eu disse-lhe que a qualidade estava lá. Não foi muito mais do que isto. Foi trabalhando no dia-a-dia. Ele está a gostar muito do trabalho diário. Ele parecia-me mais cabisbaixo, mais triste, mas, a partir do momento em que percebeu o que é preciso para ter sucesso, passou a treinar de uma forma fantástica, como todos os outros.

Bazoer na equipa B: Está a treinar. Quando digo que há situações que ficam à porta do Olival, esta não é uma delas. É para ficar cá dentro, mas de parte. Não está para o jogo de amanhã. Quando há algum ato que sai fora dos carris, do barco… Quando estamos todos a remar para o mesmo lado e há um que mete um dedo de fora, que seja só a velocidade do barco que vá uma unha mais devagar, pode ser por aí que perdemos o campeonato, e isso não quero. Tudo o que seja remar contra o nosso objetivo, tem vida difícil. Muitas vezes, não sou eu, é o próprio grupo de trabalho. Tenho gente verdadeiramente comprometida, e quem não está dessa forma, não pode estar no grupo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório