Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 17º

Secretário de Estado da Cultura quer 'Bollywood' em Portugal

O secretário de Estado da Cultura disse à Lusa que quer levar a produção cinematográfica da Índia para Portugal e que a produção de cinema nacional só é possível se for captado investimento estrangeiro.

Secretário de Estado da Cultura quer 'Bollywood' em Portugal
Notícias ao Minuto

10:54 - 03/03/13 por Lusa

Cultura Índia

"Na produção cinematográfica, os espanhóis estão mais avançados, através de incentivos fiscais, na presença da produção de cinema indiano em Espanha. Nós já temos, este ano, trabalho de produtores cinematográficos indianos em Portugal com filmes que vão ser desenvolvidos na região do Douro e no Alentejo", disse à Lusa Jorge Barreto Xavier, que acompanha o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, na visita à Índia, que começa hoje em Nova Deli.

"Queremos criar plataformas de trabalho para que hoje em dia a produção cinematográfica indiana, a maior do mundo, também nos possa beneficiar. Nós só podemos ter produção de cinema em Portugal se tivermos, para lá do cinema produzido em Portugal, cinema de outros países produzido em Portugal", argumentou o secretário de Estado da Cultura.

Jorge Barreto Xavier disse que não se referia necessariamente à rodagem dos filmes indianos, mas a outras componentes da realização.

"Não é impossível se em termos de montagem e pós-produção: desde o argumento à montagem, termos produção em Portugal", afirmou.

‘Bollywood’, nome informal dado à indústria cinematográfica indiana (com origem em Bombaim, hoje Mumbai) é considerada a maior do mundo e trabalha em vários géneros e idiomas tendo dado origem, inclusivamente ao ‘hinglish’ uma mistura entre o inglês e o hindi, falado na Índia.

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, que inicia hoje em Nova Deli uma visita à Índia e que se prolonga até quinta-feira com deslocações a Mumbai e Goa, é acompanhado do secretário de Estado da Cultura e do presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Pedro Reis, além de 35 empresários de vários sectores.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório