Meteorologia

  • 16 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Rita Jerónimo da Silva é a nova subdiretora-geral do Património Cultural

A especialista em museus e património Rita Jerónimo da Silva foi nomeada para subdiretora-geral do Património Cultural, em substituição de Fátima Marques Pereira, indicou hoje à agência Lusa fonte do Ministério da Cultura.

Rita Jerónimo da Silva é a nova subdiretora-geral do Património Cultural
Notícias ao Minuto

11:59 - 04/12/20 por Lusa

Cultura Museus

De acordo com a mesma fonte, o despacho com a nomeação da ex-assessora da ministra Graça Fonseca, desde 2018, já foi assinado pela secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, e aguarda publicação "para breve", em Diário da República.

Rita Jerónimo da Silva faz parte, desde 2018, da equipa do gabinete da ministra da Cultura, Graça Fonseca, como técnica especialista na área dos museus e do património cultural, no âmbito da qual participou no Grupo de Projeto Museus do Futuro, no Grupo de Trabalho para as comemorações do centenário do nascimento de Amália Rodrigues e no Comité Executivo para o Museu de Peniche, entre outros.

A notícia da nomeação foi avançada na quinta-feira à noite pelo jornal Público, dando conta de que esta foi conhecida através de uma comunicação interna do diretor-geral do Património Cultural, Bernardo Alabaça, na qual dá a conhecer o nome de novos responsáveis para o departamento de apoio à gestão de museus, monumentos e palácios.

Rita Isabel Monteiro Jerónimo da Silva é licenciada em Antropologia Social, tendo concluído o mestrado em Antropologia na especialidade em Patrimónios e Identidades no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa.

Em 1994, fez parte da equipa que, no âmbito da Lisboa 94 - Capital Europeia da Cultura, preparou a Exposição "Fado -- Vozes e Sombras" no Museu Nacional de Etnologia e o respetivo catálogo.

Em 1996, desenvolveu o projeto da exposição "Agricultura nos Campos de Idanha", no Centro Cultural Raiano da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, distrito de Castelo Branco.

Em 1999, entrou para o Setor de Património Cultural da Divisão de Cultura e Património Cultural da Câmara Municipal de Odivelas, onde desenvolveu projetos nas áreas de antropologia, etnografia e museologia.

Entre 2008 e 2010, esteve destacada na Divisão de Artes e Ação Cultural da Direção Regional de Cultura de Lisboa e Vale do Tejo, integrada na equipa de levantamento do património cultural imaterial da região.

Participou em diversos projetos nas áreas do património e museologia, como o levantamento dos moinhos de água do Alqueva, a constituição do Núcleo Museológico do Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas e a coordenação do grupo de trabalho para projeto museológico do Mosteiro de S. Dinis e S. Bernardo, em Odivelas.

Foi assistente convidada no Departamento de Antropologia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

A saída da anterior subdiretora-geral do Património Cultural, Fátima Marques Pereira, que ocupou o cargo oito meses, tinha sido anunciada em outubro pelo Ministério da Cultura, justificando a saída, a seu pedido, por "motivos pessoais".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório