Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2020
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Final do Festival da Canção vai promover Elvas e o Alentejo, diz autarca

Elvas está "preparada" para dar resposta em termos hoteleiros à final do Festival da Canção, que se realiza no coliseu da cidade, evento que vai permitir promover o concelho e o Alentejo, disse hoje o presidente do município.

Final do Festival da Canção vai promover Elvas e o Alentejo, diz autarca

uma forma positiva de divulgar Elvas, com 'selo' da UNESCO, o Alentejo e o interior do país", afirmou Nuno Mocinha, em declarações à agência Lusa.

A final do Festival da Canção deste ano está marcada para o dia 07 de março no Coliseu Comendador José Rondão de Almeida, inaugurado em 2006 após um investimento superior a cinco milhões de euros.

"Atualmente, está tudo pré-reservado no que toca à organização do evento. Quanto a visitantes extra, ainda fica alguma disponibilidade hoteleira, dado que a cidade tem cerca de mil camas", explicou o autarca socialista de Elvas, no distrito de Portalegre.

Apesar de Elvas, localizada a poucos quilómetros da fronteira do Caia e da cidade espanhola de Badajoz, ter condições para dar resposta, Nuno Mocinha disse que gostaria que os concelhos vizinhos "também beneficiassem" em termos hoteleiros com a realização da final do Festival da Canção.

Questionado sobre o investimento da Câmara de Elvas no projeto, o autarca considerou ser "prematuro" avançar valores, embora aponte para montantes "superiores a 50 mil euros".

"É também uma forma de mostrar que é possível no interior fazer estas coisas, que temos condições e que temos cidades que estão preparadas para estes grandes eventos e desafios", disse o autarca de Elvas, cidade classificada como Património Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

O anúncio de que a final do Festival da Canção deste ano vai decorrer em Elvas foi feito na quarta-feira, numa conferência de imprensa nas instalações da RTP, em Lisboa, na qual ficou também a saber-se que a cerimónia será apresentada por Filomena Cautela e Vasco Palmeirim.

O protocolo de colaboração entre a RTP e a Câmara Municipal de Elvas foi assinado na ocasião, por Nuno Mocinha e pelo presidente do conselho de administração da estação pública, Gonçalo Reis.

Elvas sucede a Guimarães e a Portimão, que acolheram a final do concurso em 2018 e 2019, respetivamente.

A escolha de Lisboa como cidade que iria acolher o Festival Eurovisão da Canção em 2018, depois de, no ano anterior, Portugal ter vencido o concurso pela primeira vez (com "Amar pelo dois", tema interpretado por Salvador Sobral), gerou na altura reclamações por parte de vários autarcas.

Nesse ano, a RTP anunciou que a final do concurso passaria a realizar-se sempre numa cidade diferente. Guimarães, em 2018, foi a primeira.

Apesar de a final se realizar fora de Lisboa, as semifinais continuaram a acontecer na capital, nas instalações da RTP. Este ano, as duas semifinais decorrem a 22 e 29 de fevereiro. A primeira semifinal será apresentada por Jorge Gabriel e Tânia Ribas de Oliveira e, a segunda, por José Carlos Malato e Sónia Araújo.

A primeira vez que o Festival da Canção se realizou fora de Lisboa foi em 1983, no Coliseu do Porto, tendo depois disso passado por locais como Funchal (1987), Évora (1989) e Santa Maria da Feira (2001).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório