Meteorologia

  • 15 NOVEMBRO 2019
Tempo
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Vinhos brancos monopolizam atenções do segundo Monção & Melgaço

Vinhos brancos de "alguns dos melhores criadores nacionais e do Mundo" são os protagonistas da segunda edição do encontro Monção & Melgaço - The White Experience, nos dias 19 e 20 deste mês, nas Termas de Melgaço.

Vinhos brancos monopolizam atenções do segundo Monção & Melgaço
Notícias ao Minuto

17:39 - 10/10/19 por Lusa

Cultura The White Experience

Organizado pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV) e integrado na promoção da sub-região de Monção e Melgaço, o evento traz a Portugal produtores de vinhos brancos da Alemanha, França, Áustria, África do Sul, Nova Zelândia e Rias Baixas (Galiza, Espanha).

A representação nacional caberá a 22 produtores de vinhos verdes, 16 deles de Monção e Melgaço, e ainda a "oito convidados" das regiões vinícolas do Douro, Dão, Beira Interior, Bairrada, Lisboa, Alentejo, Távora-Varosa e Açores.

O programa integra ainda "masterclasses e provas comentadas, conversas com produtores e visitas a algumas quintas, para além de um seminário dedicado ao tema A Casta Alvarinho em Monção e Melgaço - Viticultura de precisão para potenciar a excelência".

O presidente da CVRVV, Manuel Pinheiro, disse hoje à agência Lusa que o objetivo deste evento é "trazer a Portugal alguns dos melhores produtores de vinhos brancos do Mundo" e também "afirmar Monção e Melgaço com uma região de grandes vinhos brancos de qualidade".

Monção e Melgaço representam "16% da produção da região demarcada dos vinhos verdes" e os alvarinhos são os seus grandes embaixadores, constituindo aliás os vinhos de "maior prestígio e maior valor".

Os vinhos da casta alvarinho dominam a quase totalidade da produção do concelho de Monção, ao passo que "Melgaço também tem alguns tintos".

Com mais de 1.700 produtores associados, a maioria deles de pequena dimensão, a Adega Cooperativa de Monção destaca-se por valer "mais de metade do negócio da sub-região", vincou ainda Manuel Pinheiro.

Monção e Melgaço perderam em 2015 o uso exclusivo da designação Alvarinho na rotulagem entre os vinhos verdes, mas ganharam uma campanha promocional de 500 mil euros até 2022, da qual faz parte o encontro Monção & Melgaço - The White Experience.

"O Acordo Alvarinho permitiu-nos trabalhar a sub-Região de Monção e Melgaço com a exclusividade que lhe é merecida, representando um território único que dá origem a alguns dos grandes brancos portugueses", sublinhou o presidente da CVRVV.

A possível saída do Reino Unido da União Europeia e as tensões comerciais a nível internacional deixam no ar algumas dúvidas sobre o negócio, mas para já o ano está a correr bem e, de acordo com Manuel Pinheiro, as vendas situam-se "3% acima do ano passado até ao passado mês de setembro".

Os Estados Unidos ameaçaram agravar as taxas sobre alguns produtos europeus e os vinhos estão entre eles, mas o mesmo responsável afirmou que os alvos serão os espanhóis, os franceses e os italianos e manifestou "confiança" no futuro.

A vindima na Região dos Vinhos Verdes deverá acabar no próximo fim-de-semana e "o resultado andará perto do de 2018", sendo aguardados "vinhos muito bons, apesar de ter sido um ano difícil" em termos climatéricos

"As uvas chegaram em boas condições às adegas", completou Manuel Pinheiro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório