Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 16º

Edição

Realizadores portugueses assinam manifesto de apelo ao voto nas europeias

Vinte realizadores e produtores portugueses, entre os quais Leonor Teles, Miguel Gomes e João Salaviza, apelam ao voto nas eleições europeias, num manifesto que junta 500 personalidades do cinema internacional.

Realizadores portugueses assinam manifesto de apelo ao voto nas europeias

"Uma Europa livre e democrática é também uma Europa da liberdade de pensamento e da liberdade de expressão. Temos o dever de a defender contra o extremismo e o retrocesso, que estão de novo a propagar-se como uma doença infeciosa", lê-se no manifesto apresentado hoje no festival de Cinema de Cannes, em França, e divulgado pelo Parlamento Europeu.

Sublinhando que nestas eleições é "o futuro comum que está em jogo", os subscritores pedem aos cidadãos europeus que votem por uma União Europeia que "foi edificada esquecendo as fronteiras, baseando-se na livre circulação, no intercâmbio, na fraternidade, na solidariedade, valores que atualmente se encontram ameaçados em toda a parte".

O documento é assinado por centenas de realizadores e produtores, entre os quais Wim Wenders, Jacques Audiard, Susanne Bier, Pawel Pawlikowski e Stephen Frears, além de duas dezenas de nomes do cinema português, como André Valentim Almeida, Pedro Cabeleira, Carlos Conceição, Luísa Homem, João Miller Guerra e João Pedro Rodrigues.

O manifesto foi lançado em Cannes pela Sociedade Francesa de Realizadores de Cinema, Quinzena dos Realizadores, Academia de Cinema Europeu, Federação de Realizadores Europeus de Cinema e Sociedade de Autores Audiovisuais.

As eleições europeias realizam-se entre os dias 23 e 26 de maio.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório