Meteorologia

  • 20 MARçO 2019
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Projeto Hysteria junta artistas e público em torno da criação

Duas artistas vão juntar-se a um grupo de 15 participantes no Porto, durante vários momentos ao longo do ano, para discutir o seu trabalho e as suas criações, no âmbito de um projeto de nome Hysteria.

Projeto Hysteria junta artistas e público em torno da criação
Notícias ao Minuto

11:30 - 18/02/19 por Lusa

Cultura Porto

"A Hysteria é um ciclo de residências que se estruturam num formato a que chamei tempo de contacto porque o objetivo central é precisamente ligar artistas e o público em torno da criação", explicou à Lusa a responsável pelo projeto, Francisca Marques.

O primeiro momento da Hysteria realiza-se no Teatro do Bolhão sob o tema 'O Aparelho Fonador', entre 03 e 06 de março, com a cantora Ana Deus e a compositora e apicultora Heloise Tunstall-Behrens, havendo uma apresentação aberta ao público em geral no último dia do encontro.

Antes, as duas artistas vão encontrar-se com um grupo de 15 participantes selecionados a partir de uma 'open call', naquilo que Francisca Marques pretende que "seja um contributo para que as pessoas que estão envolvidas tenham oportunidade de crescerem nas suas práticas".

Apesar de Francisca Marques confessar que gostaria de não excluir ninguém, o grupo é limitado porque o formato escolhido "exige que se crie alguma intimidade".

"[Há] uma aproximação entre as duas artistas, [depois] abre-se aos 15 participantes e volta-se a abrir a quem quiser vir. É um contacto estruturado e aquilo que esta última sessão pode ser é uma apresentação, mas pode ser uma conversa. O que as artistas e os participantes definirem. É um dos traços do projeto", afirmou a responsável da iniciativa apoiada pelo Criatório da Câmara Municipal do Porto.

O projeto prolonga-se até outubro, com Valentina Magaletti e Marlene Rendeiro (02 a 05 de maio, na Sonoscopia) sobre 'Técnica como Linguagem', com Natalie Sharp e Marta Vuduvum (de 28 a 31 de julho no Teatro do Bolhão) sobre 'Performance como Prática', e com Adriana Sá e Anna Homler (03 a 06 de outubro, na Sonoscopia) sobre 'O Quente da Eletrónica'.

Francisca Marques realçou que gostaria de realizar outros ciclos temáticos, acerca de temas diferentes, mas que tal dependerá do financiamento da iniciativa para lá do Criatório.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório