Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2018
Tempo
MIN 7º MÁX 7º

Edição

Carla Bley cancela concertos em Coimbra e Seixal por motivos de saúde

A pianista norte-americana Carla Bley, de 82 anos, cancelou os concertos marcados para este fim de semana no festival Jazz ao Centro, em Coimbra, e no SeixalJazz, no Seixal, por motivos de saúde.

Carla Bley cancela concertos em Coimbra e Seixal por motivos de saúde
Notícias ao Minuto

19:21 - 23/10/18 por Lusa

Cultura Pianista

As equipas dos dois festivais anunciaram hoje o cancelamento dos concertos do trio de Carla Bley, previstos para sexta-feira, no Convento São Francisco, em Coimbra, e no sábado, no Fórum Cultural do Seixal.

Numa nota de imprensa, a Câmara Municipal de Coimbra e o Jazz ao Centro Clube (JACC), entidades organizadoras do festival, referiram que foram "informadas pelo agente, esta manhã, de que a artista adoeceu durante a digressão pela Alemanha".

Aqueles que já tinham adquirido o bilhete para o concerto no Convento São Francisco "poderão, excecionalmente, solicitar a troca do ingresso, no local onde o adquiriram, para o concerto de sábado, às 21h30", do LAN Trio, com o pianista português Mário Laginha.

"Brevemente serão comunicados os procedimentos de devolução dos bilhetes", acrescenta a nota da organização do festival Jazz ao Centro.

Também a Câmara do Seixal anunciou hoje, na página do festival, na rede social Facebook, o cancelamento do concerto de Carla Bley previsto para sábado, sendo que a organização "está a tentar agendar para a mesma data e hora um outro concerto com uma nova formação, a anunciar brevemente".

"Os bilhetes já adquiridos serão válidos para a nova formação", acrescenta o município, esclarecendo que, a quem o solicitar, a organização procederá à devolução do valor dos bilhetes, durante um período de 30 dias a contar da data inicial do evento.

A pianista ia apresentar-se em trio nos dois festivais, acompanhada, como é habitual, pelo saxofonista Andy Sheppard e pelo baixista Steve Swallow.

Carla Bley lançou o seu primeiro álbum em 1971, intitulado 'Escalator over the Hill'. Ao longo da carreira, já editou mais de 20 álbuns, tendo participado em trabalhos de outros artistas, como Gary Burton, Michael Mantler ou Charlie Haden e a sua Liberation Music Orchestra.

Com Haden e a orquestra, Carla Bley gravou o álbum 'Ballad of the Fallen', leitura de quase um século de canções de resistência de protesto, da Europa à América Latina, que incluía a sua versão de 'Grândola, vila morena'.

Com uma carreira associada ao free jazz e ao jazz de fusão, Carla Bley trabalhou ainda com outros nomes do jazz, como Pharoah Sanders ou Don Cherry.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório