Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Imobiliário Construção TOTE SER reconstrói edifício antigo ...

TOTE SER reconstrói edifício antigo em Picoas com residências de luxo

Mediante a conjuntura atual do mercado e com a crescente procura por residências de luxo nas zonas mais emblemáticas de Lisboa, a TOTE SER viu uma oportunidade de enaltecer o potencial deste empreendimento. Para a equipa, foi fulcral projetar residências com um caráter luxuoso.

Edifício - Empresa TOTE SER reconstrói edifício antigo nas Picoas

Este edifício na zona de Picoas, em Lisboa, foi reabilitado pela empresa TOTE SER, especializada numa arquitetura de investimento. De acordo com  homify, o proprietário deste imóvel pretendia a sua demolição e construção de um novo prédio no seu local, tendo em conta a sua pequena dimensão, ao facto de parte da área de implantação não estar a ser ocupada e ao seu elevador estar em estado de degradação.

Assim, a TOTE SER viu uma oportunidade de enaltecer o potencial do prédio em questão, e ao mesmo tempo manter o legado e requinte adjacentes a esta localização, mediante a conjuntura atual do mercado e com a crescente procura por residências de luxo nas zonas mais emblemáticas de Lisboa.

Eis que surge este projeto para um novo prédio com mais pisos, que otimiza toda a área de implantação disponível, mantendo as serventias obrigatórias para acesso ao Páteo tardoz. Para a equipa TOTE SER foi fulcral projetar residências com um caráter luxuoso, que culmina num status acrescido.

"A nossa missão é criar espaços que proporcionam qualidade de vida, tanto para o utilizador, como para o investidor. Quanto maior o bem-estar do utilizador, maior é a rentabilidade do investidor, integrando a estética, o conforto e a funcionalidade", lê-se na página oficial da empresa.

Este empreendimento é constituído por três pisos acima da cota de soleira, com parte da sua área de lote como serventia para acesso ao Páteo tardoz. Graças ao núcleo de escadas e elevador junto à fachada tardoz, é possível ter um espaço comercial ao nível do rés-do-chão e cave, com a entrada de acesso aos pisos superiores de habitação pela lateral do prédio através do portão de acesso ao Páteo.

Faz notar a homify que cada piso superior tem dois apartamentos T1 com sala com kitchenette, que fica junto à fachada principal, enquanto que a instalação sanitária fica a meio e os quartos virados a sul, na fachada tardoz, de forma a desfrutar de maior tranquilidade.

Os espaços sociais têm grandes vãos envidraçados para a fachada principal e varandas, de forma a criar espaços luminosos e com uma ligação com o exterior. Além disso, as lareiras são de dupla face, de modo a possibilitar a utilização do espaço exterior em tempo mais frio.

Ao nível do piso seis do imóvel, encontra-se dois duplexes com tipologia T2. Estes apresentam a mesma disposição ao nível do primeiro piso que os restantes apartamentos, e com um quarto em suite no piso superior em águas-furtadas, com uma zona de terraço exterior.

Relativamente aos acabamentos, todos os apartamentos terão paredes específicas revestidas a espelho, de modo a reforçar o lado sofisticado e requintado ao espaço, além de criar uma sensação de profundidade ao mesmo. As cozinhas terão frentes em madeira nos móveis inferiores e frentes em branco acetinado nos móveis superiores.

Quanto ao exterior do prédio, este será pintado a preto mate na sua maioria, pois as varandas serão destacadas em betão armado à cor natural na fachada principal. Esta disrupção no estilo tradicional pombalino permite contrastar entre o passado e o futuro, ajudando assim a modernizar a intemporal zona de Picoas.

Leia Também: Nova residência de estudantes no Porto irá custar cerca de 30 milhões

Campo obrigatório