Durma bem: Exposição à luz durante o sono causa depressão

Apague a luz e feche os estores. Exposição à claridade durante o sono está relacionada com depressão.

© iStock

Lifestyle Estudo 08/03/18 POR Liliana Lopes Monteiro

Um estudo japonês, publicado no Journal of Epidemology, detetou uma ligação à exposição à luz, mesmo que ténue, e o aparecimento de sintomas de depressão entre a população idosa.

PUB

Os resultados da investigação sugerem que dormir num ambiente completamente escuro promove não só a qualidade do sono, mas também uma melhor saúde mental, explica o coautor do estudo Kenji Obayashi, professor na Nara Medical University School of Medicine, no Japão.

"Manter os estores e as cortinas fechados no quarto, durante a noite, pode ser um método original e viável de prevenir a depressão", explicou Obayashi à revista norte-americana Time.

Os cientistas analisaram as quantidades de claridade nos quartos de 863 idosos japoneses, colocando medidores de luz nas mesas de cabeceira dos indivíduos, durante duas noites. Os voluntários também descreveram a sua experiência em diários do ‘sono’ e foram monitorizados por psicólogos, por dois anos.

Cerca de 73 pessoas desenvolveram sintomas depressivos no período que se seguiu, e os investigadores estabeleceram uma correlação entre essa progressão e a exposição à luz.

Indivíduos que estiveram expostos a uma luminescência superior a cinco watts, apresentaram uma maior propensão a desenvolver depressão comparativamente a quem dormiu na escuridão total.

Obayashi considera que este resultado pode estar relacionado com a forma como o corpo humano evoluiu ao longo dos milénios. "Experienciar luz à noite, enquanto se dorme, pode 'confundir' o organismo e o relógio interno, prejudicando a secreção de melatonina, uma hormona responsável por promover o sono na escuridão, o que por sua vez poderá ter consequências psicológicas".

Apesar do estudo ter sido realizado em indivíduos mais idosos, Obayashi acredita que os resultados poderão ser ainda mais pronunciados entre a população jovem, cujos olhos são mais sensíveis e registam mais a claridade. "A capacidade de receção de luz de uma pessoa de 70 anos é de um quinto, comparativamente a um adolescente", diz o cientista, que recomenda ainda impedir o mais possível a entrada de luz nas divisões onde se dorme, independentemente da idade.

 

PARTILHE ESTA NOTÍCIA
Loading ...

RECOMENDADOS

Lifestyle Dia da Grávida 09/09/18

Catarina Raminhos: "Não confundam gravidez com doença, não há pachorra!"

Lifestyle Relações perigosas 09/09/18

Cientistas revelam as táticas mais bizarras para evitar trair o parceiro

Lifestyle Mito ou facto 09/09/18

O leitor perguntou: Será que a hipnose é real? A ciência explica

Lifestyle Superstições 09/09/18

Nunca vire o pão ao contrário! Mas há mais superstições da gastronomia

Lifestyle Beleza 09/09/18

Esta é provavelmente a coleção de maquilhagem mais apetitosa do momento