Meteorologia

  • 29 MARçO 2020
Tempo
18º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Conheça a app que quer combater vídeos sexuais vingativos

A Rumuki foi criada por um engenheiro de software de 24 anos.

Conheça a app que quer combater vídeos sexuais vingativos

Se pretende filmar-se a ter relações sexuais sabe os riscos que correm. Não faltam histórias de vídeos sexuais partilhados por vingança quando uma relação chega ao fim. Porém, se quiser mesmo filmar-se em pleno ato sexual, a Rumuki pode ser a sua melhor alternativa.

A aplicação foi criada pelo engenheiro de software Nathan Kot, de 24 anos, e apenas permite partilhar o vídeo se ambas as partes derem a sua permissão. Os participantes no ato sexual devem ter a aplicação, com um dos parceiros a receber o direito de filmar o momento e armazená-lo localmente no seu dispositivo móvel. Porém, o vídeo fica encriptado e apenas pode ser visualizado se um dos parceiros der a sua permissão. A aplicação já mereceu elogios entre os especialistas de segurança.

“Ao dar a uma pessoa o poder de veto sobre a visualização do vídeo ou imagem, o design da aplicação não só afeta como as pessoas operam na plataforma como também dá a saber que comportamento não-consensual simplesmente não será tolerado”, nota o fundador da área de cibersegurança da Faculdade de Direito de Nova Iorque, Ari Ezra Waldman.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório