Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Twitter proíbe publicidade de política a um ano das eleições nos EUA

O CEO da rede social considera que esse tipo de publicidade acarreta "riscos" e pode "influenciar votos que afetam as vidas de milhões".

Twitter proíbe publicidade de política a um ano das eleições nos EUA

O Twitter anunciou esta quarta-feira a proibição de todo o tipo de publicidade política, dá conta a Associated Press. Uma decisão que surge a um ano das eleições presidenciais dos Estados Unidos.

“Embora a publicidade na internet seja incrivelmente poderosa e muito efetiva para os anunciantes, esse poder comporta riscos significativos para a política, onde pode ser usado para influenciar votos que afetam as vidas de milhões”, sublinhou Jack Dorsey, o CEO do Twitter.

Dorsey revelou ainda que esta medida vai entrar em vigor a partir do dia 22 de novembro.

A decisão já está a merecer críticas dos candidatos às presidenciais do próximo ano. Um gestor da campanha de Donald Trump considerou que foi uma “decisão muito burra”. Já a campanha do candidato democrata Joe Biden descreveu-a como “infeliz”, lamentando que as empresas pensem que esta é a única opção.

A decisão do Twitter realça a diferença de posições relativamente à Facebook, que continua a defender que os anúncios pagos de política são uma questão de liberdade de expressão, incluindo os falsos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório