Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

PCP quer ouvir conversas antigas entre Ricciardi e Passos

Segundo o Diário de Notícias, o PCP quer ter acesso às comunicações entre o presidente do BESI e o primeiro-ministro, no âmbito do inquérito parlamentar à gestão do BES e do GES, por causa do processo 'Monte Branco'.

PCP quer ouvir conversas antigas entre Ricciardi e Passos

O PCP apresentou esta terça-feira um requerimento ao presidente da comissão parlamentar de inquérito à gestão do Banco Espírito Santo (BES) e do Grupo Espírito Santo (GES), Fernando Negrão. Com este, os comunistas pretendem obter autorização para aceder às escutas das conversas entre José Maria Ricciardi e Pedro Passos Coelho, no âmbito do processo 'Monte Branco'.

No documento a que o Diário de Notícias teve acesso pode ler-se que se pretende o acesso a "todos os elementos relacionados com o objeto" da comissão, dado que "informações divulgadas publicamente apontam para a existência de elementos" do processo que "confirmam contactos" entre o presidente do Banco Espírito Santo de Investimento (BESI) e o primeiro-ministro.

No requerimento, o PCP referiu que existem documentos no processo Monte Branco que "confirmam contactos entre José Maria Ricciardi, presidente do Banco Espírito Santo Investimento (BESI), e o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho", em 2012.

Aos jornalistas, o deputado do PCP Miguel Tiago disse que o objetivo é saber se em 2012 o Governo, neste caso o primeiro-ministro, "sabia da exposição do BES ao GES" e qual a "gestão pública" que fez do processo.

Para o PCP, é "fundamental" ter acesso a estes documentos para "cumprir com eficácia" o objetivo da comissão, mas sem "pôr em causa a investigação" do caso Monte Branco.

No verão passado, o ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, foi detido - e libertado depois de pagar uma caução de três milhões de euros - no âmbito do processo Monte Branco, que investiga a maior rede de branqueamento de capitais em Portugal.

Cerca de uma semana depois, o Banco de Portugal anunciou a medida de resolução que dividiu o BES em banco mau ('bad bank') e 'banco bom', o Novo Banco, onde ficaram os ativos e passivos considerados não problemáticos.

A operação Monte Branco é uma investigação a fraude fiscal e branqueamento de capitais que começou com as investigações no âmbito do caso BPN.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório