Meteorologia

  • 17 JULHO 2024
Tempo
28º
MIN 16º MÁX 29º

PAN condena alegados maus-tratos a animais em Loulé e insta autarquia

O PAN Algarve manifesta preocupação face à denúncia de alegados maus-tratos a animais na ABSOL (Associação Bem Estar Animal), localizada em Loulé.

PAN condena alegados maus-tratos a animais em Loulé e insta autarquia
Notícias ao Minuto

16:03 - 24/06/24 por Notícias ao Minuto

Política Animais

O PAN Algarve manifestou esta segunda-feira preocupação face à denúncia de alegados maus-tratos a animais na ABSOL (Associação Bem Estar Animal), localizada em Loulé.

Uma reportagem da TVI revelou condições "preocupantes" no que concerne ao bem-estar e às condições de alojamento dos animais à guarda desta Associação, o que levou o partido a pedir atuação por parte da autarquia.

Apesar de entender que a responsabilidade direta pelo bem-estar dos animais e respetivas condições recai sobre a associação responsável pelo espaço, o partido sublinha, em comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso, a "importância do dever e competências das entidades fiscalizadoras, como o SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR), o ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e veterinário municipal, a quem compete garantir um acompanhamento contínuo no bem-estar dos animais".

O PAN refere ainda que já havia solicitado uma fiscalização a estas mesmas entidades e instado a atuarem perante a associação em questão. "Neste momento a Comissão Política Distrital do PAN aguarda uma resposta da Câmara Municipal de Loulé relativamente ao pedido de reunião urgente enviado na manhã de 21 de junho", pode ler-se no comunicado.

O partido pretende questionar a autarquia sobre os protocolos celebrados com a ABSOL, que atribui a esta associação uma verba anual de 50.000 euros e pretende também esclarecimentos sobre o papel do médico veterinário municipal na supervisão da associação, "bem como na supervisão do próprio canil Municipal do Concelho em questão".

Além disso, o PAN pretende ainda obter esclarecimentos sobre os trabalhos de fiscalização realizados por parte das várias entidades que visitaram o espaço da ABSOL na manhã de 21 de junho, procurando saber quais os resultados da fiscalização.

"Para nós é fundamental que as autarquias atuem em tempo próprio de modo a evitar estes cenários", revela Saúl Rosa, membro da Comissão Política Distrital do PAN ALGARVE, adiantando que pretende realizar, na sequência destes trágicos acontecimentos, contactos e reuniões com outras autarquias para discutir as ações implementadas em cada concelho nesta matéria, especialmente à luz do aumento das verbas municipais para a causa animal, resultantes de iniciativas do PAN em sede de Assembleia da República, através da Porta-Voz e deputada do PAN, Inês de Sousa Real.

Leia Também: PSP recolhe quatro cães que estavam em casa devoluta em Pombal

Recomendados para si

;
Campo obrigatório