Meteorologia

  • 17 ABRIL 2024
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 28º

Tavares foi ao Saldanha ouvir desejos de "boa sorte" e treinar crioulo

LO estudante Max vai votar pela primeira vez e já escolheu o Livre e Quintino cruzou-se com Rui Tavares no Saldanha e fez questão de lhe desejar "boa sorte", acabando a trocar umas palavras em crioulo com o deputado.

Tavares foi ao Saldanha ouvir desejos de "boa sorte" e treinar crioulo
Notícias ao Minuto

20:48 - 26/02/24 por Lusa

Política Rui Tavares

A chuva foi ameaçando a ação de campanha para as legislativas antecipadas de março no centro de Lisboa, no Saldanha, mas a comitiva do Livre estava preparada com chapéus decorados com papoilas, o símbolo do partido.

Debaixo do verde alface de um chapéu-de-chuva, característico do Livre, que chamava a atenção de quem passava, surgiu Rui Tavares, cabeça de lista por Lisboa e o rosto mais conhecido do partido.

Após alguns minutos de interações 'mornas', entre transeuntes, a assistente social Carla fez questão de parar para elogiar a campanha do Livre e desejar sucessos a Rui Tavares.

Logo de seguida, Fernanda desejou "boa sorte" ao deputado único e perguntou como é que a filha de 21 anos podia aderir ao partido.

Rui Tavares explicou que o Livre tem duas modalidades de apoio: os membros, que têm direito a eleger e ser eleitos para cargos internos, votar documentos estratégicos e pagam quotas e os apoiantes, que não contribuem monetariamente mas podem candidatar-se ou ser eleitos nas primárias, com Fernanda a agradecer.

Animado, de sorriso na cara, o cozinheiro Quintino abordou pouco depois Rui Tavares para lhe dar um abraço: "Vais vencer, tenho a certeza. Muito prazer, boa sorte, estamos juntos", disse.

Aos jornalistas, o cabo-verdiano confessou que "ainda não vota" em Portugal mas conhece "muitos amigos" e garantiu que os iria convencer a escolher o Livre.

Ao ouvir que Quintino era de Cabo-Verde, Rui Tavares aproveitou para treinar o crioulo que aprendeu na Ilha do Fogo e nos tempos em que deu aulas na Cova da Moura, bairro no concelho da Amadora.

Surpreendido, Quintino trocou algumas palavras com Rui Tavares nesta língua e seguiu caminho.

Mas além do crioulo, durante a tarde o historiador falou também inglês com Emon, um rapaz do Bangladesh, filho de pai português, que lhe mostrou o seu apoio.

Tirada a 'selfie' com Rui Tavares, Emon subiu pouco depois para a sua bicicleta, com uma mala da empresa de entregas "Uber Eats" às costas.

Logo de seguida, foi a vez do jovem Max, de 19 anos, cumprimentar Tavares e dizer-lhe que está a estudar Engenharia do Ambiente.

"O meu voto está decidido. Como estou em Engenharia do Ambiente, sou jovem e tenho ideias pró-europeias acho que o meu voto está decidido para o Livre", confessou.

Max ainda ficou uns minutos à conversa com Rui Tavares, que o convidou para visitar a sede do partido em Lisboa e fez questão de lhe dizer que o cabeça-de-lista pelo Porto, Jorge Pinto, também é formado em Engenharia do Ambiente - quem sabe, numa tentativa de recrutar novos membros para um partido que quer crescer e aposta fichas na capital.

Leia Também: Montenegro agradece a Passos Coelho: "Obrigado pelo trabalho patriótico"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório