Meteorologia

  • 30 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 3º MÁX 12º

Os "sete pecados capitais" do Governo na ótica do PSD

"Aquilo que são sete anos de governação socialista equivale aos sete pecados capitais", argumentou o secretário-geral do PSD.

Os "sete pecados capitais" do Governo na ótica do PSD
Notícias ao Minuto

10:38 - 28/11/22 por Notícias ao Minuto

Política PSD

O secretário-geral do PSD, Hugo Soares, no decorrer de um encontro de autarcas em Ansião, distrito de Leiria, no sábado, elencou aquilo que disse serem os "sete pecados capitais" do Governo liderado por António Costa, informa uma nota publicada no site do partido.

Na ótica do líder social-democrata, o primeiro 'pecado capital' da governação socialista é “a ganância de poder governar”, tendo recordado a opção de criação, tomada em 2015, de uma geringonça para garantir condições de governabilidade. “O dr. António Costa começou a sua governação com partidos que são pró-Rússia na invasão da Ucrânia”, argumentou Hugo Soares.

Em segundo lugar, o secretário-geral do PSD destacou “a gula do PS, que ocupa todos os lugares no aparelho do Estado, querendo controlar tudo e todos”.

Para o PSD, a luxúria é mais uma marca da governação do PS. Isto quando, destacou o secretário-geral do partido, o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, “ousa apresentar ao país três aeroportos de uma penada”. E acrescentou: é “o PS das grandes obras públicas, das obras faraónicas, da Parque Escolar”.

Hugo Soares defendeu ainda que é preciso não esquecer a "ira" do PS - que se manifestou, em particular, quando a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, "ameaçou" a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), na sequência das críticas feitas pela entidade sobre a escassez de medidas para mitigar o impacto da seca no setor da produção e da alimentação animal.

Durante a sua intervenção, o secretário-geral do PSD fez ainda questão de destacar a “inveja” socialista face às "boas ideias" apresentadas por outros partidos. Das "centenas de propostas de alteração ao Orçamento do Estado, apresentadas pelos partidos da oposição, o PS conseguiu chumbar mais de 97%”, exemplificou.

Em sexto, o líder social-democrata aludiu à “preguiça do dr. António Costa” na gestão do quotidiano do país. “É governar à costa, junto ao mar, mas também à António Costa, sem horizonte”, argumentou.

Finalmente, Hugo Soares destacou como "sétimo pecado capital" do atual executivo a "soberba". “É fácil de demonstrar. A arrogância deste PS vê-se todos os dias na Assembleia da República. A forma como não respeita os partidos da oposição, como chumba constantemente os requerimentos para os ministros prestarem contas. A arrogância do PS que usa a maioria absoluta como poder absoluto”, explicou.

Na sua intervenção durante o referido encontro de autarcas em Ansião, Hugo Soares concluiu, em jeito de balanço: “Aquilo que são sete anos de governação socialista equivale aos sete pecados capitais". E a consequência disto é um Portugal cada vez mais pobre, o empobrecimento das pessoas, que têm dificuldades de acederem aos bens essenciais”.

Leia Também: PSD desafia PS a inscrever Conselho da Coesão Territorial na Constituição

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório