Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

Aeroporto. Disponibilidade para dialogar não elimina "crítica implacável"

O líder do PSD afirmou hoje que o partido já fez "um princípio de reflexão" sobre o futuro aeroporto, mas salientou que a disponibilidade para dialogar com o Governo não elimina a "crítica implacável" à gestão do processo.

Aeroporto. Disponibilidade para dialogar não elimina "crítica implacável"
Notícias ao Minuto

20:19 - 05/07/22 por Lusa

Política Aeroporto

Em declarações aos jornalistas, no final de uma audiência com o Presidente da República, no Palácio de Belém, que durou mais de uma hora, Luís Montenegro afirmou que a reunião com o primeiro-ministro sobre este tema acontecerá "oportunamente, sem nenhuma pressa".

"No PSD já fizemos hoje um princípio de reflexão na Comissão Permanente [o núcleo duro da direção] sobre esse assunto para, quando estiver com o primeiro-ministro, lhe poder transmitir a dimensão da nossa posição", afirmou o novo presidente do PSD.

No entanto, Luís Montenegro deixou um alerta: "A disponibilidade do PSD para poder dialogar com o Governo e o primeiro-ministro num investimento estratégico para o país não elimina a nossa crítica implacável à forma como o Governo tem conduzido o processo".

O líder do PSD reiterou as críticas que tem feito nos últimos dias de incompetência ao Governo por não ter resolvido o assunto durante sete anos" e classificando como vergonhoso "o episódio da semana passada entre o primeiro-ministro e o ministro das Infraestruturas", que considerou ter diminuído a autoridade de ambos.

Montenegro voltou ainda a desafiar o primeiro-ministro a explicar o que vai fazer com o concurso público já adjudicado para uma Avaliação Ambiental Estratégica que tenha em conta as três opções: Portela + Montijo, Montijo + Portela ou Alcochete.

"O que é que vai acontecer a esse procedimento visto que o Governo revogou o despacho e, dessa forma, recolocou como vigente a decisão desse concurso público? O senhor primeiro-ministro tem de dizer ao país o que vai fazer sobre isso", disse, considerando que esse é, neste momento, "o tema principal" relacionado com o futuro aeroporto.

Questionado sobre os muitos voos cancelados e as longas filas que se têm registado no aeroporto de Lisboa, Montenegro fez questão de separar os dois planos.

"A situação no aeroporto não tem a nada ver com a construção de novo equipamento aeroportuário na região, mas com desinvestimentos gritantes no equipamentos e recursos humanos adstritos ao turismo, mais uma evidência da incapacidade do Governo em resolver aquilo que interessa ao país", afirmou.

Na quinta-feira, o primeiro-ministro, António Costa, determinou a revogação do despacho sobre as localizações para a nova solução aeroportuária da região de Lisboa, desautorizando o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, que no dia anterior apresentara esta proposta.

A solução apontada no despacho revogado passava por avançar com o projeto de um novo aeroporto no Montijo complementar ao Aeroporto Humberto Delgado para estar operacional no final de 2026, sendo os dois para encerrar quando o aeroporto no Campo de Tiro Alcochete estivesse concluído, previsivelmente em 2035.

Leia Também: ANA prevê 28 cancelamentos no aeroporto de Lisboa durante o dia de hoje

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório