Meteorologia

  • 11 AGOSTO 2022
Tempo
25º
MIN 19º MÁX 26º

Alargamentos da NATO? "Na origem da crescente confrontação com a Rússia"

"Esta decisão [da adesão de ambos os países] não traz mais segurança à Europa e, pelo contrário, significa um agravamento na tensão", considerou Pedro Guerreiro, membro do Secretariado-Nacional do PCP.

Alargamentos da NATO? "Na origem da crescente confrontação com a Rússia"
Notícias ao Minuto

09:39 - 18/05/22 por Notícias ao Minuto

Política Pedro Guerreiro

Pedro Guerreiro, membro do Secretariado-Nacional do PCP, mostrou-se contra, em entrevista à SIC Notícias, ao alargamento da NATO, num momento em que Finlândia e Suécia submeteram o pedido de adesão à Aliança Atlântica. 

Para o comunista, "esta decisão [da adesão de ambos os países] não traz mais segurança à Europa e, pelo contrário, significa um agravamento na tensão".

E porquê? "Porque se trata - a concretizar-se -, do sexto alargamento da NATO desde 1999. E, como se verifica, nenhum destes alargamentos assegurou mais segurança na Europa. Pelo contrário. Estão na origem de uma situação de crescente confrontação com a Federação Russa", defendeu. 

E Pedro Guerreiro elencou: "Porque não foi a Rússia que se aproximou das fronteiras dos Estados Unidos nem que instalou batalhões mais próximos da fronteira dos Estados Unidos, nem que está a realizar manobras da NATO mais próximas da fronteira dos Estados Unidos, nem que está a levar os seus navios, inclusive, junto das águas territoriais dos Estados Unidos". 

"O alargamento da NATO à Finlândia e a Suécia insere-se neste processo. Por isso, nós dizemos que é mais um passo na escalada. Numa escalada que pode ter consequências muito mais gravosas", dissertou.

De recordar que os embaixadores da Finlândia e da Suécia junto da NATO entregaram hoje de manhã os pedidos de adesão dos dois países à Aliança Atlântica.

A questão da adesão à NATO foi suscitada em Estocolmo e em Helsínquia pelo agravamento da situação de segurança causada pela guerra na Ucrânia, iniciada com a invasão russa, em 24 de fevereiro.

Leia Também: "Países neutrais optam por fortalecer a aliança que protege a Liberdade"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório