Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2021
Tempo
26º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

PAN quer implementação de plano de mobilidade sustentável no Porto

A candidata do PAN à presidência da Câmara do Porto afirmou hoje que deve ser implementado um Plano Municipal da Mobilidade Urbana Sustentável, defendendo a extensão do metro, mais ciclovias e a travessia fluvial até Gaia.

PAN quer implementação de plano de mobilidade sustentável no Porto
Notícias ao Minuto

19:08 - 19/09/21 por Lusa

Política Autárquicas

Bebiana Cunha reivindicou uma "estratégia integrada" para a mobilidade na cidade e considerou que esse plano "passa pela existência de um Plano Municipal de Mobilidade Urbana Sustentável, que nunca saiu da gaveta", apesar de a recomendação apresentada pelo PAN nesse sentido, em 2018, ter sido aprovada em Assembleia Municipal.

A cabeça de lista do partido Pessoas - Animais - Natureza falava aos jornalistas depois de se ter reunido com moradores da zona da Foz Velha que estão contra a intenção de construção de um parque de estacionamento no Jardim do Largo dos Cadouços.

Sobre essa iniciativa, deixou o compromisso de perceber o estado do projeto junto da Câmara Municipal e de indagar também a Comissão e Coordenação de Desenvolvimento Regional do Norte.

"O que aqui está em causa, além do prejuízo ambiental, do prejuízo ao nível do património natural, [é o] património histórico e, portanto, qualquer intervenção que aqui seja feita deve sempre ter em conta o património existente", afirmou.

A ser levada adiante, esta é, no seu entender, uma medida "em contraciclo com aquilo que tem de ser o caminho da cidade em termos de ordenamento do território".

Esse caminho, indicou, deve passar pela implementação de "parques dissuasores", que "devem estar na envolvência das cidades" e não dentro delas, pelo reforço das ciclovias e pela melhoria do serviço de transportes públicos.

Nesse âmbito, a líder parlamentar do PAN aponta para a "extensão da linha do metro", detalhando que "a linha do Campo Alegre tem ficado esquecida" e que "também deve ser reivindicada uma ligação da Casa da Música ao Marquês".

No que toca aos autocarros, o município "tem administração maioritária na STCP e esta não pode ser uma oportunidade perdida", sublinhou, referindo a necessidade de "criar linhas eficientes dos autocarros que deem resposta às pessoas e com tarifários apetecíveis".

Bebiana Cunha sugeriu também a "recuperação da travessia fluvial" entre o Porto e Vila Nova de Gaia, que deve ser efetuada por um barco elétrico, e a requalificação já projetada para a Estrada da Circunvalação, que passa por implementar transporte público rápido, eixos cicláveis e uma infraestrutura verde.

"Precisamos de um executivo municipal que tire estes planos da gaveta e os ponha em prática e, acima de tudo, com um calendário para quatro anos, porque aquilo a que temos assistido, nas mais diversas políticas deste executivo municipal, é o anúncio de medidas sem calendário. Isto não faz qualquer sentido", rematou.

São candidatos à presidência da Câmara do Porto, nas eleições de 26 de setembro, Rui Moreira (movimento independente "Rui Moreira: Aqui há Porto" - apoiado por IL, CDS, Nós, Cidadãos!, MAIS), Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Vladimiro Feliz (PSD), Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Bebiana Cunha (PAN), António Fonseca (Chega), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), Bruno Rebelo (Ergue-te) e Diamantino Raposinho (Livre).

Leia Também: Bebiana Cunha pedalou pela defesa de mais espaços verdes no Porto

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório