Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2021
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 28º

Edição

Bebiana Cunha pedalou pela defesa de mais espaços verdes no Porto

A candidata do PAN à Câmara do Porto associou-se hoje a uma iniciativa cívica e andou pela cidade, de bicicleta, na defesa de mais espaços verdes de proximidade, e apelou também à execução do plano municipal de mobilidade sustentável.

Bebiana Cunha pedalou pela defesa de mais espaços verdes no Porto
Notícias ao Minuto

12:07 - 18/09/21 por Lusa

Política Autárquicas

"Nós temos uma visão para a cidade que visa a construção, delineamento e planeamento de espaços verdes e os chamados 'espaços 15 minutos', vários espaços na cidade onde as pessoas, em 15 minutos, podem por meios suaves, bicicletas ou outros, chegar aos transportes públicos, bens e serviços ou espaços verdes de proximidade", destacou Bebiana Cunha.

A líder parlamentar do Pessoas-Animais-Natureza (PAN) e deputada municipal do Porto falava aos jornalistas durante a iniciativa Cidades Verdes, Cidades Vivas, organizada nesta manhã de sábado pela MUBi Porto -- Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta, para promover a mobilidade ativa e a defesa dos espaços verdes urbanos.

Para Bebiana Cunha, se as pessoas se deslocarem por meios suaves vão ter mais tendência a apoiar a economia local porque "não precisarão de sair daquela zona para aceder a bens e serviços", apontando que a atual visão para a cidade é "claramente diferente", com "um modelo que, no fundo, continua a considerar a construção de centros comerciais, que é um paradigma do passado".

A candidata do PAN explicou também que não utiliza tantas vezes a bicicleta como meio de transporte como gostaria "pela falta de respostas na cidade", sublinhando a necessidade de ser aplicado o plano municipal da mobilidade urbana sustentável.

"Infelizmente, apesar da proposta do PAN ter entrado na Assembleia Municipal em 2018 e ter sido aprovada, ainda está por sair da gaveta com este executivo municipal. Precisamos de um executivo que o faça sair da gaveta", frisou.

Ainda sobre a mobilidade, a mestre em Psicologia apontou que a Câmara do Porto deve "liderar" a Área Metropolitana do Porto e implementar o projeto intermunicipal para a Estrada da Circunvalação, que visa a requalificação desta via, a instalação e implementação de um transporte público rápido, eixos cicláveis e uma infraestrutura verde.

Defende também que o executivo deve "pugnar junto do Estado central a ampliação da linha de metro", devendo ser esta "uma ambição constante", sendo que em relação à STCP não deve desperdiçar a oportunidade de a administrar.

"Estamos a falar da necessidade não só de reduzir tarifários, mas também aplicar linhas eficientes para que as pessoas se sintam servidas e adaptar e transformar a frota por autocarros menos impactantes do ponto de vista ambiental", referiu.

São candidatos à presidência da Câmara do Porto, nas eleições de 26 de setembro, Rui Moreira (movimento independente "Rui Moreira: Aqui há Porto" - apoiado por IL, CDS, Nós, Cidadãos!, MAIS), Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Vladimiro Feliz (PSD), Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Bebiana Cunha (PAN), António Fonseca (Chega), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), Bruno Rebelo (Ergue-te) e Diamantino Raposinho (Livre).

Leia Também: "O nosso orçamento é uma migalha comparado com o de Rui Moreira"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório