Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Autárquicas: PSD/Barcelos recorre ao Constitucional para travar candidato

A Concelhia de Barcelos do PSD interpôs hoje um pedido de medida cautelar no Tribunal Constitucional para travar a indigitação de Mário Constantino como candidato à Câmara local, por considerar que os órgãos nacionais violaram os estatutos do partido.

Autárquicas: PSD/Barcelos recorre ao Constitucional para travar candidato
Notícias ao Minuto

21:13 - 02/07/21 por Lusa

Política Autárquicas

"O nome de Mário Constantino foi imposto pela Nacional, em completa violação dos estatutos do partido, que dizem que cabe às concelhias a indicação dos candidatos", disse um membro do PSD/Barcelos à Lusa.

Segundo José Carlos Ferreira, vogal da Concelhia, este órgão já apresentou queixa junto do Conselho de Jurisdição do partido, sendo esperada uma decisão para a próxima semana.

"Tememos que a direção nacional não acate a decisão da Jurisdição e por isso avançámos já também com a providência cautelar", acrescentou.

A Concelhia tinha indicado o nome do empresário têxtil João Sousa para encabeçar a candidatura à Câmara de Barcelos, uma escolha entretanto ratificada pela Distrital de Braga.

No entanto, a Nacional, em abril, chumbou aquele nome e "impôs" Mário Constantino.

Na medida cautelar agora interposta no Tribunal Constitucional, a Concelhia considera que a Nacional, depois de chumbar João Sousa, deveria ter devolvido o processo aos órgãos concelhios, para estes indicarem novo nome.

Contactado pela Lusa, Mário Constantino considerou "ridícula e lamentável" a iniciativa da Concelhia.

"Estão a prejudicar ostensivamente o partido", acrescentou, escusando-se a mais comentários.

O processo de escolha do candidato à Câmara de Barcelos já levou à demissão do anterior presidente da Concelhia, Bruno Torres, depois de o seu nome ter sido chumbado para encabeçar a lista.

Posteriormente, registaram-se mais cinco demissões, incluindo a da vice-presidente Mariana Carvalho, depois da escolha de João Sousa.

A Câmara de Barcelos é liderada, desde 2009, por Miguel Costa Gomes, do PS, que agora não se pode recandidatar, por causa da lei de limitação de mandatos.

O PS vai agora candidatar Horário Barra, atual presidente da Assembleia Municipal.

O atual executivo é composto por cinco eleitos do PS, quatro da coligação PSD/CDS-PP e dois do Movimento Barcelos Terra de Futuro (BTF).

Nas Autárquicas de setembro, PSD, CDS e BTF vão concorrer coligados.

Leia Também: Isaltino Morais retoma recolha de assinaturas após "dificuldades"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório