Meteorologia

  • 04 OUTUBRO 2022
Tempo
30º
MIN 15º MÁX 31º

"É quase impossível que não seja uma saída limpa"

O antigo líder do PSD, Marcelo Rebelo de Sousa, está convicto de que Portugal abdicará mesmo de um programa cautelar aquando a saída da troika do país. Isto porque, justificou o comentador, no Jornal das 8 da TVI deste domingo, "a União Europeia quer uma saída limpa".

"É quase impossível que não seja uma saída limpa"
Notícias ao Minuto

08:56 - 17/02/14 por Notícias Ao Minuto

Política Marcelo

"É quase impossível que não seja uma saída limpa. Por uma razão muito simples: a União Europeia quer uma saída limpa".

A afirmação pertence ao ex-líder 'laranja', Marcelo Rebelo de Sousa, que, assim, descarta a hipótese de o país vir a abraçar um programa cautelar no período do pós-troika.

Aliás, Marcelo não tem dúvidas de que "isto [saída sem programa cautelar pós-troika] já está na cabeça do Governo", acreditando que tal "vai ficar claro entre o final de março e o princípio de abril", ou seja, destacou ontem, na antena da TVI, "antes da campanha eleitoral para as eleições europeias".

Por outro lado, e no que concerne a uma hipotética descida de impostos, nomeadamente do IRS, o professor fez sobressair que a mesma "não pode ser antecipada".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório