Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 29º

Edição

BE chama ao Parlamento diploma do Governo sobre depósitos minerais

O Grupo Parlamentar do BE requereu hoje a apreciação parlamentar do diploma do Governo que regulamenta a Lei de Bases dos recursos geológicos relativamente a depósitos minerais, entretanto promulgado pelo Presidente da República.

BE chama ao Parlamento diploma do Governo sobre depósitos minerais

"A iniciativa legislativa em apreço falha na proteção do ambiente e da biodiversidade ao permitir a atribuição de direitos de revelação e de exploração de depósitos minerais em áreas sensíveis, revelando uma cedência inaceitável do Governo aos interesses dos grupos económicos", lê-se no documento.

Os deputados bloquistas defendem que a legislação em causa "não oferece respostas adequadas às associações e aos representantes dos órgãos autárquicos das áreas abrangidas por concursos ou pedidos de revelação e exploração de depósitos minerais, impedindo-os de exercer plenamente o seu legítimo direito de participação pública".

"Ao invés de ficar consagrado no decreto-lei, a participação de representantes de municípios, de freguesias e de associações locais e regionais é deixada à discrição daquelas direções-gerais do Estado. O diploma do Governo limita ainda a constituição de comissões de acompanhamento à fase de exploração", argumenta o BE.

O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgara o diploma do executivo minoritário socialista durante o fim de semana passado, notando que o diploma teve "pareceres reticentes, designadamente de Órgãos de governo próprio das Regiões Autónomas, da Associação Nacional dos Municípios Portugueses e de outras entidades associativas".

O Presidente destacou que a legislação, aprovada em Conselho de Ministros em 14 de outubro de 2020 e sujeito a uma "leitura final" também em Conselho de Ministros em 25 de março deste ano, "delineia uma fórmula jurídica mista que permite a exploração e, ao mesmo tempo, torna mais complexo o processo de prospeção".

Rebelo de Sousa afirmou que o promulgou "atendendo a que regulamenta uma Lei da Assembleia da República, mantendo, no essencial, o quadro de disciplina que ela consagra".

A regulamentação da lei de bases dos recursos geológicos foi contestada por movimentos ambientalistas, que consideram que não salvaguarda interesses ambientais e das populações, e pediram mesmo o veto presidencial da lei, questionando a transparência do processo de aprovação do diploma pelo Governo.

Leia Também: BE lamenta maior cooperação com Modi. Acusa-o de políticas persecutórias

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório