Meteorologia

  • 12 ABRIL 2021
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 22º

Edição

Conhecer a Constituição é a "melhor vacina" contra quem quer subvertê-la

O candidato presidencial João Ferreira disse hoje que conhecer a Constituição é a "melhor vacina" contra quem quer subvertê-la, notando que uma das inovações da campanha é aceder ao documento, em alguns cartazes seus, através de uma plataforma digital.

Conhecer a Constituição é a "melhor vacina" contra quem quer subvertê-la
Notícias ao Minuto

12:59 - 22/01/21 por Lusa

Política Presidenciais

"Conhecer a Constituição, esta é a melhor vacina contra aqueles que querem subverter a Constituição e com ela subverter o regime democrático", declarou o candidato comunista, notando que se as pessoas conhecerem "os seus direitos", mais facilmente se mobilizarão na sua defesa.

Depois de visitar uma assembleia de voto em Alverca, Vila Franca de Xira, já pronta a receber os eleitores no domingo, junto a um cartaz da sua candidatura, João Ferreira mostrou aos jornalistas como alguns dos seus cartazes permitem aceder à Constituição digitalmente, usando o telemóvel, através de um código QR.

"Quem aqui aceder pode ir imediatamente parar a uma Constituição que está alojada no site da candidatura e pode conhecer aquele Portugal que está por cumprir, desde logo no plano dos direitos", sublinhou.

Exemplificando como fazê-lo com o seu próprio telemóvel, o eurodeputado assumiu a defesa da Constituição como uma "marca" da sua campanha, explicando que, com esta iniciativa, "quem aceder [à Constituição] pode conhecer aquele Portugal que está por cumprir".

A assembleia de voto que o candidato apoiado pelo PCP e pelo PEV visitou, no complexo desportivo do Futebol Clube de Alverca, está pronta a receber os cinco mil eleitores ali inscritos, segundo explicou o presidente da União de Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, Carlos Gonçalves.

Segundo o autarca, a votação decorria antes no quartel dos Bombeiros Voluntários de Alverca, mas a pandemia de covid-19 obrigou a deslocar a votação para um local "mais amplo e mais arejado", onde as pessoas se "sintam "mais seguras".

Numa freguesia com mais de 30 mil eleitores, já estão montadas as secções de voto, com a distância assegurada entre as mesas, que terão, cada uma, cinco assistentes, assim como luvas, máscaras, viseiras e álcool.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena epidemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para domingo e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976.

A campanha eleitoral termina na sexta-feira. Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), o ex-militante do PS Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans e presidente do RIR - Reagir, Incluir, Reciclar, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório