Meteorologia

  • 16 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º

Covid-19: Livre pede melhor comunicação e mais proteção social

O Livre pediu hoje ao governo melhor comunicação, mais proteção social e expansão da capacidade hospitalar, medidas de combate à covid-19 que considera essenciais enquanto não se sentem os efeitos do confinamento.

Covid-19: Livre pede melhor comunicação e mais proteção social
Notícias ao Minuto

16:59 - 18/01/21 por Lusa

Política Livre

Numa nota enviada à comunicação social, o partido da papoila considera "urgente que o governo tome medidas imediatas no sentido de aproveitar a capacidade de internamento de hospitais de campanha e hospitais privados, quer ao nível dos chamados "casos sociais"" para apoiar o Serviço Nacional de Saúde (SNS), face ao aumento exponencial de casos covid-19 no país.

O Livre pede ainda que o executivo socialista "possibilite um real confinamento", ou seja, que garanta "a segurança dos que inevitavelmente deixam de poder trabalhar e ficam privados de meios de subsistência", insistindo na sua proposta de criação de um Rendimento Básico Incondicional de Emergência.

O governo deve ainda contrariar "episódios recentes que vêm descredibilizar a mensagem dos peritos em Saúde Pública, como as peripécias de campanha de Marcelo Rebelo de Sousa" e melhorar a sua comunicação de risco "ao invés de acreditar numa culpa atribuída à sociedade pela menor adesão a medidas de confinamento".

Portugal é hoje o país do mundo com maior número de novos casos de infeção pelo novo coronavírus por milhão de habitantes, de acordo com vários 'sites' que fazem o acompanhamento estatístico da pandemia da covid-19.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.031.048 mortos resultantes de mais de 94,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9.028 pessoas dos 556.503 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório