Meteorologia

  • 09 AGOSTO 2020
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Manuel Fernandes responsável por posição do PE sobre fundo para empresas

O eurodeputado português José Manuel Fernandes (PSD) foi hoje nomeado relator para o novo instrumento financeiro da União Europeia (UE) de 300 milhões de euros, criado para recapitalizar empresas afetadas pela covid-19 e quer ter verbas disponíveis em outubro.

Manuel Fernandes responsável por posição do PE sobre fundo para empresas
Notícias ao Minuto

14:47 - 09/07/20 por Lusa

Política Eurodeputados

José Manuel Fernandes terá a cargo a elaboração da posição do Parlamento Europeu (PE) sobre o Instrumento de Apoio à Solvabilidade, cuja criação se destina a recapitalizar empresas viáveis que se encontram em dificuldade financeira devido ao impacto da pandemia do coronavírus SARS-Cov-2.

O instrumento financeiro pretende mobilizar 300 mil milhões de euros, para salvar empresas e empregos, e o eurodeputado indicou, em comunicado, que tenciona conseguir que seja votado na sessão plenária de setembro.

"É necessário que esteja rapidamente disponível para que se possa salvar o maior número possível de empresas e empregos", defendeu José Manuel Fernandes, que se comprometeu com um trabalho intenso no PE este mês e em agosto, para que em setembro a proposta seja votado em plenário.

O eurodeputado apelou ainda a um empenho ao mesmo nível do Conselho da UE para que as negociações entre as duas instituições possam ser realizadas logo após o voto no PE, "permitindo que o apoio às empresas esteja disponível já em outubro".

O Instrumento de Apoio à Solvabilidade integra o pacote global de medidas proposto pela Comissão Europeia para a recuperação da economia da UE, face ao impacto da covid-19.

O eurodeputado português defendeu ainda que os 300 mil milhões de euros previstos poderão ser uma verba insuficiente para apoiar as empresas, uma vez que "as previsões da situação económica estão continuamente a agravar-se".

Segundo as estimativas da Comissão Europeia, o impacto direto da pandemia sobre os capitais próprios das empresas poderá ser na ordem dos 720 mil milhões de euros em 2020.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório