Meteorologia

  • 06 ABRIL 2020
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

"Em nome do PS, repudio as ofensas verbais graves contra Marega"

O secretário-geral adjunto do PS repudiou hoje os insultos racistas de que foi vítima o avançado do FC Porto Marega, no domingo, em Guimarães, salientando que estes atos atentam contra a Constituição e devem ter consequências.

"Em nome do PS, repudio as ofensas verbais graves contra Marega"
Notícias ao Minuto

10:45 - 17/02/20 por Lusa

Política Racismo

Estas posições foram transmitidas à agência Lusa pelo secretário-geral adjunto do PS, José Luís Carneiro, em reação à decisão do jogador do FC Porto Marega de abandonar o jogo com o Vitória de Guimarães, no domingo, depois de ter sido alvo de insultos racistas.

"Em nome do PS, repudio veementemente as ofensas verbais graves - muitos graves - que atentam contra a dignidade de Marega, desportista e cidadão exemplar. Estes comportamentos e atitudes são atentatórios do artigo 13º da Constituição da República, que garante o princípio da igualdade entre todos os cidadãos", referiu José Luís Carneiro.

O avançado Marega pediu para ser substituído, ao minuto 71 do jogo da 21.ª jornada da I Liga, entre o FC Porto e o Vitória de Guimarães, por ter ouvido cânticos e gritos racistas de adeptos da formação vimaranense, numa altura em que os ?dragões' venciam por 2-1, resultado com que terminaria o encontro. Jogadores do FC Porto e também do Vitória de Guimarães tentaram demovê-lo, mas Marega mostrou-se irredutível na sua decisão de abandonar o jogo.

Para o secretário-geral adjunto do PS, o que se passou em Guimarães atenta "contra o valor do desporto".

"O desporto é uma linguagem universal e, como tal, é uma linguagem de diálogo intercultural e de inclusão. O expoente máximo dessa linguagem universal foi-nos concedido por aquele que é um símbolo do espírito da paz, da tolerância e do diálogo intercultural e inter-racial: Nelson Mandela", considerou o "número dois" da direção do PS.

José Luís Carneiro apontou depois que "as atitudes, comportamentos, gestos e ofensas verbais que ocorreram no domingo naquele jogo de futebol atentam contra os valores fundamentais da humanidade".

"Deve haver consequências e as instituições devem atuar", acrescentou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório