Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2019
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Petição quer impedir Joacine de tomar posse. Deputada já reagiu

Tudo por causa da bandeira que acompanhou a cabeça de lista por Lisboa do Livre nas comemorações da noite eleitoral.

Petição quer impedir Joacine de tomar posse. Deputada já reagiu

Joacine Katar Moreira foi eleita, no domingo passado, para a Assembleia da República, representando o partido Livre, fundado pelo ex-bloquista Rui Tavares.

No entanto, já está a circular nas redes sociais uma petição online a pedir que Joacine não tome posse como deputada por, lê-se no texto do documento, ter tido um “comportamento antipatriótico”.

Em causa está o facto de a deputada luso-guineense ter comemorado a eleição, fazendo-se acompanhar de uma bandeira do seu país de origem - Guiné-Bissau.

“Não se percebe por que a recente eleita senhora deputada Joacine Katar Moreira, de forma direta, deixou que nos festejos da sua eleição fosse exibida a bandeira da Guiné-Bissau. O Art. 12º [da Constituição da República Portuguesa] na primeira alínea refere que: ‘Todos os cidadãos gozam dos direitos e estão sujeitos aos deveres consignados na Constituição’. Ora, o comportamento da suposta cidadã, Joacine Katar Moreira, fica novamente em causa por se verificar um comportamento antipatriótico com o ato descrito anteriormente”, lê-se no texto que acompanha a petição que já foi assinada por 13.737 pessoas.

Notícias ao Minuto© Global Imagens

Os autores do documento acusam ainda a deputada do Livre de “em vídeos disponibilizados na internet, afirmar claramente e incentivar a que os cidadãos de outras etnias e minorias não tenham de respeitar os valores, direitos, garantias e liberdades inscritos na nossa Constituição”.

Por sua parte, Joacine Katar Moreira recorreu ao Twitter para vincar a sua posição face à petição.

“Gente que de repente sonha com a minha desistência do cargo de deputada a quatro dias depois das eleições, acreditando que infernizando a minha vida, não contribuindo em nada e minando tudo, ou então assinando petições, escutem: isto sempre foi uma guerra para pessoas como eu”, escreveu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório