Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 24º

Edição

“Não é por falta de verba que as ambulâncias não chegarão", diz Centeno

Ministro das Finanças reagiu às acusações feitas pela Liga dos Bombeiros Portugueses.

“Não é por falta de verba que as ambulâncias não chegarão", diz Centeno

Mário Centeno já reagiu às declarações da Liga dos Bombeiros Portugueses que acusaram o Ministério das Finanças de barrar a compra, por parte do INEM, de 75 ambulâncias para equipar os postos de emergência médica, apesar de a verba ser do próprio instituto.

Durante as declarações feitas aos jornalistas à porta do Palácio da Justiça, em Lisboa, ao início da tarde desta sexta-feira, o ministro não se quis comprometer com a aquisição das ambulâncias. Comprometeu-se apenas com o rigor na execução orçamental.

“As verbas para esta situação em concreto já estão em parte nas contas do INEM. Há um reforço de 77% no investimento em 2019. Foi feito um pedido através do Ministério da Saúde que foi atendido pelo Ministério das Finanças. Se essa verba não é suficiente e, recordo, em 2018 foram feitos reforços no orçamento do INEM na ordem dos 18, quase 19 milhões euros. Este reforço deve ser feito ao longo do ano e numa execução orçamental acompanhada como deve ser, porque todas as despesas públicas devem ser justificadas”, explicou.

Apesar disso, Mário Centeno garantiu que este "é um processo que ainda está em curso, que necessita de clarificações de parte a parte" e "não é por falta por verba que as ambulâncias não chegarão".

Mário Centeno foi questionado sobre o caso, à saída do Palácio da Justiça, em Lisboa, depois da entrega da lista de candidatos do PS à Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Lisboa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório