Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Passos deixa Portas "ferver no seu próprio molho"

O historiador Pacheco Pereira disse aos microfones da Rádio Renascença que o vice-primeiro-ministro Paulo Portas “está desesperado” e que o chefe do Governo, Pedro Passos Coelho, o deixa “ferver no seu próprio molho”. O Presidente da República, Cavaco Silva, também não escapou, com o comentador político a considerar que “perdeu toda a margem de manobra [ao fazer] apelos desesperados ao diálogo impossível”.

Passos deixa Portas "ferver no seu próprio molho"

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, “está desesperado” pelo que o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, “deixa-o ferver no seu próprio molho”, afirmou ontem na antena da Rádio Renascença o historiador José Pacheco Pereira.

Num comentário aos temas que marcam a actualidade, Pacheco Pereira abordou ainda o facto de o Presidente da República, Cavaco Silva, ter perdido “toda a margem de manobra”, fazendo “apelos desesperados ao diálogo, quando sabe que é um diálogo impossível”.

O professor universitário considera assim que “em Portugal há excelentes condições para o nascimento de movimentos populistas”, sendo que “estamos num estado de necessidade e engolimos tudo”.

Já sobre a greve da Função Pública, considerou que para ter um “significado considerável”, “não significa todo o País fechar”. “Basta haver uma greve que chegue aos 30% [de adesão]”, o que “é uma grande greve", concluiu Pacheco Pereira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório