Meteorologia

  • 25 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Rangel propõe programa europeu de criação do 1º emprego para jovens

O cabeça de lista do PSD às europeias, Paulo Rangel, propôs, na sexta-feira à noite, um "pacote" de medidas para a juventude, entre elas, um programa europeu para a criação do primeiro emprego de jovens até aos 35 anos.

Rangel propõe programa europeu de criação do 1º emprego para jovens
Notícias ao Minuto

06:50 - 27/04/19 por Lusa

Política Europeias

O cabeça de lista do PSD às europeias explicou que aquele "pacote para a juventude" é uma das medidas "emblemáticas" do manifesto eleitoral do PSD às eleições europeias de 26 de maio, em análise no Conselho Nacional do partido a decorrer em Viana do Castelo, e que será apresentado, publicamente, na próxima terça-feira.

O documento, com 30 páginas, prevê como "primeiro pilar" das propostas do PSD para a juventude a criação, inspirada no Eures - Portal Europeu da Mobilidade Profissional, de "uma espécie de programa Erasmus para o primeiro emprego até aos 35 anos fora do seu país, que possa abranger centenas de milhares ou milhões de jovens".

Apontou ainda "a triplicação do Erasmus +, através da constituição de um Corpo Europeu de solidariedade, que permitirá financiar a uma escala maciça, projetos de voluntariado de seis meses a um ano, seja em território da União Europeia, seja de países terceiros".

Outra proposta, numa parceira com o PPE, passa pela atribuição, a todos os jovens que completem 18 anos, de um bilhete interrail dentro do território da União Europeia".

Questionado se aquele pacote de medidas para a juventude será um apelo ao voto dos jovens nas eleições europeias, Rangel respondeu: "Não há dúvida nenhuma de que estamos orientados para o eleitorado jovem. Nós contamos, claramente, com uma resposta daqueles que nas eleições europeias são o grupo mais abstencionista e que, por outro lado, são aqueles que podem construir o futuro".

O cabeça de lista social-democrata realçou ainda, como "medidas emblemáticas" do manifesto do PSD, a criação de um programa europeu de luta contra o cancro, a definição de uma política comum para a natalidade e a criação de uma força europeia de proteção civil.

Como principais "orientações" do manifesto eleitoral do PSD apontou a reforma da zona euro, o ambiente e alterações climáticas e a segurança.

Paulo Rangel sublinhou que o documento "Mais Portugal, Melhor Europa", resultou de um "processo altamente participado", que recolheu "centenas e centenas de contributos, agora condensados em 30 páginas".

"É um programa de Portugal para a Europa. Para inspirar a Europa", sustentou.

Paulo Rangel adiantou que ao contrário do PS, "que faz 'copy - paste' do manifesto do Partido Socialista Europeu, o PSD não copia as propostas do PPE", mas "apresenta uma visão portuguesa da Europa".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório