Meteorologia

  • 20 JUNHO 2019
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 22º

Edição

Coligação Chega não desiste e vai contestar decisão do Constitucional

Os líderes dos dois partidos e dos movimentos cívicos que constituem a coligação Chega estão reunidos, esta terça-feira, para definir os próximos passos na luta pela corrida às eleições europeias do próximo mês de maio.

Coligação Chega não desiste e vai contestar decisão do Constitucional

O Tribunal Constitucional notificou ontem a coligação Chega da não aprovação do seu nome. Em causa, defenderam os juízes do Palácio Ratton, o facto de a coligação "não poder ter o mesmo nome de um partido que está em processo de formalização".

Reunidos esta terça-feira, André Ventura (Chega), Gonçalo da Câmara Pereira (PPM), Manuel Matias (PPV/CDC) e Sofia Afonso Ferreira (Democracia 21) decidiram não desistir e não aceitar a decisão do Constitucional.

Em declarações ao Notícias ao Minuto, André Ventura revelou que já está decidido que o nome se vai manter. “Não vamos mudar de nome e vamos contestar a decisão do Tribunal Constitucional”, garantiu.

Os quatro líderes que compõem a coligação tomaram esta decisão por considerarem que “não faz sentido impedir o nome Chega” de estar nos boletins do voto até porque “já faz parte da identidade deste projeto”.

Assim, vai dar entrada ainda hoje no tribunal a contestação dos quatro responsáveis político-partidários.

Quanto à possibilidade de não concorrer às eleições europeias como forma de protesto para com a decisão do Tribunal Constitucional, André Ventura diz que vai esperar por aquele que será o desfecho da contestação para então tomar uma decisão.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório