Meteorologia

  • 25 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Manifestações contra incêndios: "Chega de inação, basta de passividade"

O agendamento de manifestações está a acontecer nas redes sociais, um pouco por todo o país.

Manifestações contra incêndios: "Chega de inação, basta de passividade"
Notícias ao Minuto

08:44 - 17/10/17 por Inês André de Figueiredo

País Redes sociais

"Chega de inação", "basta de passividade" ou "vão de férias". É assim que os portugueses se sentem em relação aos incêndios que assolaram o país nos últimos dias, o que levou à criação de eventos nas redes sociais que têm como principal intuito alterar as medidas em relação ao fogo.

"Vamos fazer sentir com a nossa presença a repulsa pelo que está a ocorrer e disso dar conta ao Presidente com a nossa presença. Chega de inação" e "Protesto Civil e apartidário contra a incompetência e desresponsabilização política", pode ler-se nas descrições da manifestações marcadas para o fim da tarde de hoje, às 19h30, em frente ao Palácio de Belém, em Lisboa.

Também em Lisboa, mas no próximo dia 21 de outubro, está a ser convocada uma outra manifestação. "Manifestação Silenciosa. Portugal Contra os Incêndios", realizar-se-á na Praça Luís de Camões às 16 horas.

Por outro lado, também os portuenses decidiram unir-se em prol do mesmo tema. "Basta de passividade. Manifestação para que as medidas de prevenção de combate a incêndios sejam realmente executadas. Vamos à luta por um planeamento de defesa e proteção florestal", referem os responsáveis.

Além das manifestações previstas para as duas maiores cidades do país, há ainda alguns eventos em várias cidades do país - desde a Ilha Terceira, a Viseu, a Braga, a Leiria - mas não se sabe se a quantidade de pessoas a aderir será suficiente para que se tornem relevantes.

Recorde-se que, em Vigo, depois de quatro mortes devido aos incêndios, cerca de 3 mil pessoas pediram a demissão do presidente da Junta da Galiza.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório