Meteorologia

  • 13 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 25º

Portugal vai receber vacinas para a gripe das aves após compra conjunta

São quinze países participantes neste programa de compra conjunta assinado pela Autoridade de Preparação e Resposta a Emergências Sanitárias (HERA) da Comissão Europeia.

Portugal vai receber vacinas para a gripe das aves após compra conjunta
Notícias ao Minuto

12:14 - 11/06/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

País HERA

A Autoridade de Preparação e Resposta a Emergências Sanitárias (HERA) da Comissão Europeia assinou um contrato de aquisição conjunta para o fornecimento de vacinas contra a gripe das aves aos países membros, incluindo Portugal.

O contrato inclui inicialmente 665.000 doses de vacinas contra a estirpe H5N1 do vírus, na sua versão mais atualizada, bem como a opção de adquirir outros 40 milhões durante a duração do contrato, noticia a ABC Espanha.

Para já, são quinze países participantes neste programa de compra conjunta e as primeiras doses serão recebidas pelas autoridades de saúde finlandesas.

O objetivo da contratação conjunta, disse à Lusa fonte comunitária, "é oferecer uma capacidade adicional aos Estados-membros para adquirirem as vacinas".

"Os Estados-membros têm sempre a possibilidade de utilizar o seu próprio procedimento nacional para adquirir as vacinas, independentemente do facto de estarem ou não abrangidos pelo concurso conjunto", salientou.

A Comissão e as diversas agências de saúde afirmaram estar a acompanhar de perto a situação da gripe aviária na UE e recordam que já existem regras comunitárias sobre as medidas a tomar em caso de surto em aves em cativeiro, "bem como um quadro sólido medidas preventivas e corretivas em vigor em caso de infeções em animais".

"No que diz respeito à saúde humana, a legislação europeia em matéria de segurança sanitária garante a vigilância, a resposta rápida e a coordenação a nível da UE, caso seja detetado um caso", salientaram ainda.

Duas novas vacinas

Até à data, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) autorizou determinados medicamentos antivirais para o tratamento de casos de gripe humana na UE (Dectova, Ebilfumin, Tamiflu, Xofluza).

No entanto, antecipando uma possível pandemia de gripe aviária, a Agência Europeia de Medicamentos aprovou duas vacinas da mesma empresa farmacêutica. São elas a Celldemic e a Incellipan, da CSL Seqirus, uma das maiores fabricantes de vacinas do mundo.

A primeira baseia-se numa estirpe de gripe aviária que circulou nas aves em 2005, mas provocaria uma resposta protetora eficaz contra o vírus atualmente em circulação. Destinar-se-ia a populações de maior risco, como os trabalhadores das explorações avícolas e o seu ambiente, uma vez que estão em contacto direto com os animais que transmitem a doença.

A Incellipan é a única concebida para fazer face a uma imunização global, caso seja declarada oficialmente uma pandemia de gripe das aves. O mais curioso é que não se trata de um medicamento acabado, mas de um sistema de fabrico que pode ser utilizado na produção de um novo medicamento.

[Notícia atualizada às 13h21]

Leia Também: Homem morre com estirpe de gripe das aves nunca identificada em humanos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório