Meteorologia

  • 03 MARçO 2024
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 16º

Sindicato da polícia convoca plenários nos aeroportos para sexta-feira

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) convocou, para sexta-feira, plenários nos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro, perante alterações que consideram colocar em risco a missão da PSP, o que se constata também no funcionamento destas infraestruturas.

Sindicato da polícia convoca plenários nos aeroportos para sexta-feira
Notícias ao Minuto

16:33 - 10/12/23 por Lusa

País ASPP-PSP

"Convocamos os profissionais da PSP para no dia 15 de dezembro [...] comparecerem nos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro. Para tal e para que possam assistir, caso se encontrem de serviço, devem (com quatro dias de antecedência) colocar o requerimento para assistir, ao abrigo do plasmado na lei", anunciou, em comunicado, a ASPP/PSP.

A estrutura sindical disse que, nos últimos anos, tem assistido a um conjunto de alterações profundas no serviço policial, que levam a uma maior "complexidade, exigência e risco", o que se pode constatar também na dinâmica do funcionamento dos aeroportos.

"Neste contexto, há muitos anos denunciamos a escassez de efetivo, as fracas condições de trabalho e a incapacidade de resposta, em termos gerais e também nas Divisões de Segurança Aeroportuária", sublinhou.

A ASPP/PSP lembrou ainda que, neste quadro, surgiu a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), "numa melindrosa e arriscada opção política".

Perante a extinção do SEF e a atribuição destas competências à PSP, a associação tem alertado para a necessidade de existir um acompanhamento dos meios, recursos, formação e regalias.

A ASPP/PSP reclama também o aumento do efetivo das Divisões de Segurança Aeroportuária (DAS), a melhoria das condições estruturais de trabalho e o reforço do suplemento aeroportuário.

Por outro lado, quer a alteração da tabela remuneratória em vigor e uma atualização dos suplementos.

"Caso tal não aconteça, aquilo que se percebe é claramente um agravar dos problemas da realidade das DAS e um recurso oportunista a uma polícia 'low cost'. Os polícias da PSP não estão a saldo e a sua competência, disponibilidade, formação e trabalho não são 'low cost'", vincou.

Leia Também: ASPP/PS pede explicações ao MAI sobre processo de aquisição de 'bodycams'

Recomendados para si

;
Campo obrigatório