Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 17º

Francês desaparece após dar mergulho em Mafra. Buscas a decorrer

A Polícia Marítima espera os "piores cenários", após o francês, de 47 anos, ter desaparecido ao dar um mergulho. A participar nas buscas está também uma aeronave da Força Aérea e o Navio da República Portuguesa (NRP) 'Sines' da Marinha.

Francês desaparece após dar mergulho em Mafra. Buscas a decorrer

Um cidadão francês, de 47 anos, desapareceu, ao final do dia desta sexta-feira, após ter ido dar um mergulho na Praia de São Julião, no concelho de Mafra, confirmou o Notícias ao Minuto junto do Capitão do Porto de Cascais, Paulo Agostinho.

Segundo a mesma fonte, o alerta foi dado pelas 21h07, dando conta que "um homem de 47 anos, inicialmente com amigos, foi dar um mergulho e não era visto desde as 19h00".

Já no local, a Polícia Marítima identificou apenas um amigo, que revelou que o homem "saiu do carro" para dar um mergulho, envergando apenas uns "calções pretos". 

Neste momento, as autoridades estão à espera dos "piores cenários" e foi estabelecida uma "aérea de buscas na praia de São Julião e ao largo de cinco milhas", que é "mais do que suficiente" para localizar uma pessoa desaparecida em tais circunstâncias.  

"Vamos continuar à procura por tempo razoável até esgotar todas as possibilidades", frisou o capitão Paulo Agostinho, acrescentando que se o homem "estivesse à superfície já teria sido visto". "Esperamos que esteja em terra", afirmou.

No local, estão mais de 20 elementos da Polícia Marítima e da Estação Salva-vidas, apoiados pela embarcação Rainha Dona Amélia e por uma mota de água.

A participar nas buscas está também uma aeronave da Força Aérea e é esperado o Navio da República Portuguesa (NRP) 'Sines' da Marinha.

Numa nota, publicada na rede social Facebook, a Autoridade Marítima Nacional (AMN) acrescentou que "elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Cascais e dos Bombeiros Voluntários da Ericeira" estão a levar a cabo as buscas por terra, que serão reforçadas amanhã pelos elementos do Projeto 'SeaWatch'.

Já o NRP Sines deverá chegar amanhã de manhã.

O Gabinete de Psicologia da Polícia Marítima foi ativado e encontra-se a prestar apoio ao amigo da vítima.

[Notícia atualizada às 22h47]

Leia Também: Mulher constituída arguida por contrafação. Operação já deteve 15 pessoas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório